releitura-moscow-mule-cachaca

Com cachaça, suco de limão cravo e ginger ale, o Burrin de Minas é uma releitura do Moscow Mule, coquetel clássico dos anos 50 que encontra versões abrasileiradas pelos bares espalhados pelo país.

O Burrin de Minas é uma releitura do Moscow Mule, coquetel clássico que se traduzirmos poderímos chamar também de “mula de Moscou”. Dizem que a receita do Moscow Mule surgiu para ajudar a popularizar a vodca nos Estados Unidos, que na época não tinha muita aderência no mercado de bebidas. Como forma de popularizar a cachaça na coquetelaria, bartenders de todo o Brasil estão fazendo releituras de clássicos da coquetelaria mundial com o destilado mais brasileiro do mundo.

Nessa receita bem abrasileirada do Moscow Mule, a tradicional vodca é substituída pela cachaça Vargem Grande Araçuaí (01 ano envelhecida em carvalho e 06 meses em jequitibá rosa), o que configura uma característica adocicada, herbal e de especiarias junto com um dash de angostura que trás complexidade.

O Burrin de Minas pode ser encontrado na cachaçaria Lamparina, localizado no Mercado Novo, em Belo Horizonte. O local, que conta com uma carta ímpar de cachaças, tem excelentes drinks feitos com a bendita.

A ideia da cachaçaria surgiu dos amigos Guilherme Costa e Thales Campomizzi, que viram uma oportunidade de valorizar a cachaça e os pequenos produtores que por sua vez não tinham espaço nos outros bares e restaurantes. A dupla viajou mais de 5 mil quilômetros pelo interior do estado conhecendo as cachaças e a história dos produtores.

Segundo Bruno Videira, consultor e cachacista, o coquetel Burrin de Minas tem uma relação intima com a propria história de Minas Gerais:

O Burrin de Minas não é apenas releitura de drink clássico, que é uma forma bem interessante de apresentar a cachaça para um público diferente, ele trás uma conexão entre o passado e o presente. Os burrinhos de minas foram responsáveis por carregar no lombo produtos importantes para economia brasileira transportando de cachaça a ouro pela estrada real. Apresentação do drink é muito feliz na caneca de ágata comprada no Mercado Central de BH, tem uma conexão com o saudoso fogão a lenha e nos remete a uma forma mais devagar de apreciar o coquetel.

releitura-moscow-mule-cachaca

Burrin de Minas

Conrado Salazar
Com cachaça, suco de limão cravo e ginger ale, o Burrin de Minas é uma releitura do Moscow Mule, coquetel clássico dos anos 50 que encontra versões abrasileiradas pelos bares espalhados pelo país.
Servings 1 porção

Ingredients
  

  • 45 ml Cachaça Vargem Grande
  • 10 ml Simple syrup
  • 10 ml de suco de limão cravo
  • 1 dash de bitter de angostura
  • 100 ml de ginger ale
  • 1 fatia de gengibre
  • 1 rodela de limão cravo
  • 25 ml de espuma de gengibre
  • gelo

Instructions
 

  • Adicionar gelo na caneca.
  • Adicionar angostura, cachaça, syrup, suco do limão e o ginger ale.
  • Mexer levemente e adicionar a espuma de gengibre.
  • Finalizar com a rodela de limão cravo e de gengibre.
  • Sirva com um sorriso!
Mapa da Cachaça

Mapa da Cachaça

O Mapa da Cachaça é uma premiada plataforma multimídia com o objetivo de compartilhar informações sobre a cultura, história, aromas e sabores do destilado brasileiro.

Compartilhe esse artigo

Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

O que recomendamos

Mais do Mapa da Cachaça

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Curso

    Aprenda o Essencial da Cachaça

    R$190

    Já se inscreveu no Mapa da cachaça?

    40 mil já fazem parte da nossa comunidade.

    Se inscreva agora e receba no seu e-mail o melhor do Mapa da Cachaça