Museu da Cachaça de Paty de Alferes

Quais são e aonde estão os museus da cachaça?

Fizemos uma lista com os principais lugares que valorizam a cultura e história do destilado nacional.

Museu da Cachaça do Therense em Pirassununga – São Paulo

Roberto Therense sempre trabalhou na produção e comercialização das cachaças de Pirassununga. Dizem que foi ele inclusive um dos fundadores da cachaça 51, antes de ela se tornar uma das principais marcas de destilados do mundo. E é na sua adega Therense, localizada no centro de Pirassununga, que Roberto e seus filhos conservam as histórias das cachaças da região, que chegou a ter mais de 50 alambiques, e uma das maiores coleções do país, com mais de 3,5 mil marcas.

Endereço: Av. Painguás, 969 – Centro, Pirassununga – SP, 13630-105
Horário: Segunda a Sexta: 8h às 17h30. Sábado: 8 às 13h. Domingo: 8h às 12h30
Telefone: (19) 3561-9144

Museu da Cachaça em Paty de Alferes – Rio de Janeiro

Inaugurado em 1991 por Íris e Yale Renan, o museu tem o objetivo de resgatar a história da aguardente brasileira. Por lá, pudemos encontrar rótulos antigos, uma bela coleção com centenas de garrafas, documentos históricos e até uma sala com diversos barris, onde é possível observar a influência da madeira na cachaça ao longo dos anos.

Endereço: R. Nova Mantiquira, 227 – Mantiquira, Paty do Alferes – RJ, 26950-000
Horário: Segunda: Fechado. Terça a Sexta: 10h às 16g. Sábado e Domingo: 9hs às 17hs
Telefone: (24) 2485-1475

Museu da Cachaça Santo Mario em Caçapava – São Paulo

Localizado junto ao Engenho Santo Mário, o Museu da Cachaça de Caçapava abriga um dos maiores acervos da bebida no Estado de São Paulo. A coleção de “Seo Mário”, patriarca da família Seghese e fundador do engenho, conta com mais de 5.000 garrafas, colecionadas ao longo de 40 anos. Além da coleção de cachaça, no local também é possível apreciar um pequeno acervo de antiguidades.

Endereço: Rodovia SP-351, Km 205
Visitação: Segunda a Sexta: 8hs às 18hs. Sábado e Domingo: 8hs às 12hs.
Telefone: (17) 3522-5715

Dorna Ypioca Record
No Guiness World Records temos o maior barril de madeira no Museu da Cachaça da Ypióca.

Museu da Cachaça Ypióca em Maranguape – Ceará

Inaugurado em agosto de 2000, o Museu da Cachaça da Ypióca conta a história da aguardente brasileira e da família Telles, produtora da cachaça desde 1895. O espaço recebe cerca de 4 mil visitantes por mês e reúne mapas, documentos, equipamentos agrícolas, filmes, máquinas e garrafas centenárias da Ypióca.

Endereço: Estr. da Ypioca, s/n – Sapupara, Maranguape – CE, 61950-000
Horário:  Segunda a Sexta: Fechado. Sábado e Domingo: 10hs às 17hs.
Telefone: (85) 3341-0407

Museu da Cachaça Vale Verde em Betim – Minas Gerais

A cachaça Vale Verde é produzida em Betim, a 42 km de Belo Horizonte, em um verdadeiro complexo temático da cachaça, com alambique artesanal, museu, parque ecológico e restaurante. O museu abriga mais de 2 mil garrafas de cachaças. Entre suas raridades está uma garrafa da Caninha Pelé, de 1958, e que foi recolhida logo após a conquista brasileira da Copa do Mundo de 1962, tornando-se, então, relíquia para quem adquiriu um exemplar. O espaço ainda abriga peças históricas e alambiques antigos usados na produção da aguardente. Há também painéis que ilustram a história da destilação, desde seus primeiros relatos no Egito antigo até os dias de hoje.

Endereço: Rua Ary Barbosa da Silva, 950 – Vianópolis, Betim – MG
Horários: Segunda: Fechado. Terça a Domingo: 9h às 17h30 (inclusive feriados)
Telefone: (31) 3079-9171

caninha pelé
Por não querer sua imagem associada a bebidas alcoólicas, o jogador então com apenas 17 anos e recém campeão mundial proibiu a venda da cachaça. Acervo Mapa da Cachaça.

Museu da Cachaça em Salinas – Minas Gerais

Em Salinas, cidade localizada a 630 quilômetros de Belo Horizonte, a cachaça é um dos principais produtos da economia local. Para estimular o turismo e homenagear a importância do destilado na região, foi inaugurado no final de 2012, o Museu da Cachaça de Salinas. O museu ocupa uma área de 13 mil metros quadrados, onde ficava o antigo aeroporto da cidade. Temas como a história da cachaça, produção, sociedade do açúcar, acervo de marcas antigas e atuais com mais de 1.750 garrafas estão expostos, além de uma sala dedicada ao produtor Anísio Santiago, fabricante da famosa cachaça Havana.

Endereço: Av. Antônio Carlos, 1250 – Casa Blanca, Salinas – MG, 39560-000
Horários: Segunda e Terça: Fechado. Quarta a Sextas: 14h às 20h. Sábado: 12h às 18h. Domingo: 7h às 13h
Telefone: (38) 3841-4800

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba em primeira mão nossas novidades, eventos e promoções

Quer receber no seu e-mail 5 aulas gratuitas sobre cachaça? Assine nossa newsletter exclusiva e durante 5 dias te enviaremos o melhor conteúdo sobre o destilado brasileiro!

Compartilhe esse artigo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Dadinhos de madeira

Dadinhos de Madeiras 1kg – Tosta Média

Um quilo de dadinhos de madeiras com tosta média para envelhecimento acelerado. As opções de madeiras são: Amburana, Bálsamo, Carvalho, Castanheira, Cumaru, Eucalipto, Ipê, Jaqueira, Jequitibá, Putumujú

Comprar
Dadinhos de madeira

Dadinhos de Madeira 1kg – Sem Tosta

Um quilo de dadinhos de madeiras sem tosta para envelhecimento acelerado. As opções de madeiras são: Amburana, Bálsamo, Carvalho, Castanheira, Cumaru, Eucalipto, Ipê, Jaqueira, Jequitibá, Putumujú

Comprar
barril de balsamo

Barril de bálsamo para envelhecer cachaça

Compre barril de bálsamo para envelhecer bebidas e agregar novas cores, aromas e sabores ao seu destilado (cachaça, rum, uísque), cerveja ou coquetel.

Comprar
  • Edson stahlhöfer
    março 22, 2020 at 8:00 pm

    Olá, estou a procura de uma marca específica de cachaça, que foi produzida no município de Teutônia-RS, na época pertencia ao município de Estrela-RS.
    Essa cachaça tinha o nome de “Caminha Teutônia , seu rótulo era composto da seguinte forma: no lado direito havia uma figura de um pé de cana e no método rótulo , partindo da parte superior esquerda indo até no canto inferior direito havia uma tarja azul claro,( similar ao antigo rótulo da cerveja Antártica), é na parte a direita da tarja havia um agricultor Armando a terra com uma junta de bois.

    Gostaria de opter mais informações sobre essa marca, pois descobri que esse produto foi vendido para outros estados também.

Adicionar um comentário
%d blogueiros gostam disto: