Cada bebida tem seu valor, isso é claro. Mas, será que estamos dando o real valor à Cachaça? Pouca gente ainda conhece as qualidades escondidas dessa bebida – e este é o tema frequente de nossa coluna: como fazer as pessoas conhecerem o lado nobre da Cachaça? E qual é esse lado, afinal?

Hoje continuamos o assunto anterior (veja o primeiro post), onde mostramos o quanto a Cachaça pode ser tão boa quanto as outras bebidas na hora de escolher o que você vai beber.

 

  • WHISKY

Ninguém diz que Whisky é forte e desce rasgando, dói o olho e coisa e tal. No entanto, geralmente também pouca gente toma o whisky puro ou de má qualidade. E aí “o cara” vai tomar Cachaça ruim, sem gelo, num shot só e reclama que desceu “errado”.

Uma das melhores contribuições do Whisky para a Cachaça é o modo de se apreciá-lo: com gelo. Muita gente acha estranha essa sugestão – mas toda estranheza passa depois que você prova (garanto). “Cachaça on the rocks” (com gelo!) pode ser uma interessantíssima substituta para o destilado escocês. Ao contrário dele, ela tem uma variedade de sabores que casa muito mais com a nossa culinária, e tem também mais opções de sabor. Experimente a variedade de madeiras que a Cachaça oferece – ao invés de ficar preso no bom e velho (e muitas vezes caro!) whisky.

 

  • LICORES E COMPANHIA

Existem uma série de drinks e licores, ainda que o brasileiro não tenha tanto o costume de consumi-los tanto quanto os norte-americanos e seus famosos “cocktails”. No entanto, a Cachaça oferece uma miríade de combinações mais suaves do que a bebida pura – e que podem agradar muito um público que prefere bebidas mais doces e suavizadas por outros ingredientes. Experimente as opções com limão e mel, cravo e canela, cambuci, e muitas outras.

 

  • RUM e TEQUILA

Os companheiros latino-americanos da Cachaça também têm muito a oferecer. Mas são ambos bastante diferentes da nossa bebida nacional. O rum, por exemplo, vem da cana também, mas tem características bem diferentes (veja nesse post aqui). Eles têm também, cada um, seu ritual/drink mais famoso: o Mojito, no caso do rum, e o shot de limão com sal, no caso da bebida mexicana (a Tequila!). Não diria que vale a pena fazer o mesmo com a Cachaça (assim como não vale a pena você tomar uma caipirinha com vodka, oras!). O que é interessante é você provar a versão “brasileira” dos rituais: ao invés da hortelã do cubano Mojito, experimente a pimenta rosa e o manjericão como toques especiais junto com sua Cachaça (fica melhor ainda se você misturar manga ou carambola com cada um dos ingredientes, respectivamente); e, ao invés do sal com limão, experimente o “cajuzinho”: uma dose de cachaça e uma boa e suculenta mordida num caju bem maduro e doce. Hmmmm… Precisa de mais?

 

#Ficam aí as dicas para quem quer variar um pouco na escolha alcoólica na hora do bar, restaurante ou diversão com amigos. Com foco no sabor, o que não vale nunca, em nenhum caso, é exagerar. Afinal, como eu já disse aqui parafraseando uma amiga: “Quem aprecia, não exagera!”

 

Foto: usuario elbragon flickr, sob licença creative commons.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba em primeira mão nossas novidades, eventos e promoções

Quer receber no seu e-mail 5 aulas gratuitas sobre cachaça? Assine nossa newsletter exclusiva e durante 5 dias te enviaremos o melhor conteúdo sobre o destilado brasileiro!

Compartilhe esse artigo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Dorna de Bálsamo

Dorna de bálsamo para envelhecer cachaça

Quer envelhecer sua própria cachaça, cerveja ou coquetel? Temos a dorna de bálsamo que você precisa para começar seus experimentos.

Comprar
Dadinhos de madeira

Dadinhos de Madeiras 1kg – Tosta Média

Um quilo de dadinhos de madeiras com tosta média para envelhecimento acelerado. As opções de madeiras são: Amburana, Bálsamo, Carvalho, Castanheira, Cumaru, Eucalipto, Ipê, Jaqueira, Jequitibá, Putumujú

Comprar
Dadinhos de madeira

Dadinhos de Madeira 1kg – Sem Tosta

Um quilo de dadinhos de madeiras sem tosta para envelhecimento acelerado. As opções de madeiras são: Amburana, Bálsamo, Carvalho, Castanheira, Cumaru, Eucalipto, Ipê, Jaqueira, Jequitibá, Putumujú

Comprar
  • Thiago Siqueira
    janeiro 27, 2012 at 4:14 pm

    Uma boa cachaça artesanal (eu experimentei uma sem rótulo, apenas com um “Estive em Natal e lembrei de você”) com um caju bem madurinho é simplesmente muito boa.
    E pegar cajá congelado (ou acerola congelada) e colocá-lo para descongelar dentro do copo é excelente também.

    • Gabriela Barreto
      janeiro 31, 2012 at 3:30 pm

      Muito legal essa sua dica do cajá e da acerola, Thiago! Vamos testar por aqui com certeza!!! abs

Adicionar um comentário
%d blogueiros gostam disto: