Saliníssima, a nova cachaça de Salinas

Print Friendly, PDF & Email

Saliníssima é a nova cachaça da Natique, empresa responsável por rótulos como Santo Grau e Espírito de Minas

A cachaça Saliníssima é a nova opção de cachaça artesanal que chega ao mercado para agradar os apreciadores da mais tradicional bebida brasileira. Com o objetivo de valorizar a cultura cachaceira e dar continuidade a tradição das autênticas cachaças de Salinas, a bebida surge como uma alternativa aos paladares que buscam simplicidade, rusticidade e tradição em equilíbrio com a vida moderna.

Produzida na Fazenda Matrona, região de Salinas, Minas Gerais, que tem como principal atividade, desde 1955, a manufatura de cachaças e rapaduras, a Saliníssima reúne características de uma genuína cachaça artesanal do norte de Minas Gerais. O processo de envelhecimento, em barris de bálsamo, confere à bebida um sabor amadeirado e macio. A cor amarelada e o corpo vigoroso, refletem o cuidado em cultivar as praticas originais de produção das cachaças artesanais mineiras. O blend de madeiras é responsabilidade de Lucas Mendes, produtor da cachaça Tabuá, também de Salinas, e varia de barris de diversos tamanhos com cachaças envelhecidas por tempos distintos no bálsamo.

Cachaça Salinissima, nova produção de Salinas

Saliníssima, nova cachaça de Salinas. Rótulo retrô e duas garrafas diferentes na apresentação.

Para o lançamento do produto, o sommelier de cachaças Leandro Batista, que já foi responsável pela seleção das cachaças do conceituado Mocotó e hoje está a frente da food bike “Umas e Outras”, desenvolveu uma carta com 4 drinks exclusivos combinando a bebida com ingredientes que vão desde os tradicionais limões taiti, galego e siciliano, até rapadura, capim santo e vinagre de manga. Esta é a primeira vez que uma cachaça envelhecida em bálsamo é apresentada em uma carta de drinks de Batista.

Caipirinha de 3 limões preparado com cachaça de Salinas

Drink do Leandro Batista com Saliníssima, rapadura e três tipos de limão

“Nosso objetivo é valorizar a apreciação da cachaça artesanal além de popularizar seu consumo, e, com a Saliníssima, estamos chegando cada vez mais perto disso. Queremos mostrar ao consumidor as diversas formas de apreciação deste produto tão tradicional brasileiro, que pode ser consumido tanto em uma dose como aperitivo, quanto em drinks elaborados”, explica Luis Henrique Munhoz, sócio diretor da Natique.

Disponíveis no mercado desde de março, as garrafas de Saliníssima levam um rótulo retrô com ar nostálgico, propondo a reconexão momentânea com a tranquilidade e simplicidade do passado. O produto também conta com página oficial no facebook e site.

Pontos de venda:

Online: amburana.com

 

Preço: de R$20,00 a R$30,00

São Paulo (SP): Cia do Whisky, Beale Bebidas, Supermercado Kanguru, Empório Adega Pelotas, Net Drinks, Casa do Bom Vinho, Metapunto, Venews Bebidas, Empório do Paraíso, Adega Corrandini, Empório Carmignani

Campinas (SP): Redes Dalben e Enxuto

Jundiaí (SP): Rede Boa

Nova Odessa (SP): Rede São Vicente

Curitiba (PR): Adega Brasil, Adega Boulevard Centro, Adega Boulevard SF

Londrina (PR): Mercearia Shiroma

Belo Horizonte (MG): Adega Oases, Adega AJR Importado

Itaguatinga (DF): Adega dois Mineiros

Itaguatinga Sul (DF): Adega Mundial

Riacho fundo (DF): Adega Santo Porre

Nucleo Banderante (DF): Adega dom Bosco

Vila Velha (ES): Perin 4L

Valenca (BA): Adega Lago, Mega Bom

Ituberá (BA): Lárilu

Porto Seguro (BA): Empório Vinde Vinho

Feira de Santana (BA): Adega Bem Barato

Cruz das Almas (BA): Adega Rio Doce

Rio de Janeiro (RJ): D Planeta, Planeta Sonho, Empório Santa Terezinha, Garrafeira, Armazém 331, Central 24 horas, Pompeuzão, Mercadez, Confeitaria Bonis

fotos: Sérgio Carvalho

[adsanity_group group_ids=5172 num_ads="2" num_columns="2"]
Mapa da Cachaça

Mapa da Cachaça

Somos uma referência cultural, histórica e sensorial sobre cachaça. Gosta de cachaça boa? Então siga o Mapa da Cachaça.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

1 comentários

  1. Bom dia. Acho que os Srs. poderiam pensar no mercado da Baixada Santista, pois, aqui se consome muita cachaça, mas são as que mais propaganda têm: 51, v. barreiro, e outras. Desculpe a intromissão, é simplesmente, em tom de “Dicas” – Santos-SP. – Dias.