Artigos

O blend 12 anos da cachaça Weber Haus

Print Friendly, PDF & Email

O Mapa da Cachaça participou da elaboração do blend de 12 anos da cachaça Weber Haus e documentou em vídeo a bela história da família Weber.

No ano passado, tive a oportunidade de conhecer os principais alambiques do Rio Grande do Sul a convite da Aprodecana. Ao contrário do senso comum, pude presenciar que os gaúchos têm tradição e tecnologia para a produção de excelentes cachaças. Numa série de posts, eu conto sobre minha viagem e falo um pouco sobre cada um desses alambiques.

Recentemente, voltei ao Rio Grande do Sul para participar da criação de uma edição especial da cachaça Weber Haus. A ocasião era notável. Evandro Weber, produtor dessa cachaça de Ivoti, para homenagear seus pais, chamou um grupo de especialistas para ajuda-lo a criar uma cachaça diferenciada.

O resultado foi a cachaça Weber Haus Lote 48 12 Anos – um blend de cachaças extra-premium que passaram 6 no carvalho e 6 anos no bálsamo. Neste vídeo abaixo, contamos um pouco mais sobre o processo de produção do blend.

Apesar de ser um grande fã das cachaças feitas com a mistura de carvalho e bálsamo, a minha realização não tem só a ver com a criação desse blend.

Quando lançamos o Mapa da Cachaça, a nossa intenção sempre foi falar sobre o Brasil. Fazendo um recorte bem específico, com a nossa curiosidade voltada aos produtores de cachaça, nosso plano era fazer um mapeamento do país em busca histórias que representassem toda a complexidade e riqueza do país. O tema não podia ser mais propício, considerando que ao falarmos sobre cachaça abordamos diversos assuntos muito próprios da nossa cultura e história.

No alambique da família Weber, fizemos um vídeo que exemplifica bem o tipo de história que buscamos dentro do universo da cachaça. Documentamos a trajetória de uma cachaça de produção familiar, iniciada pelas mãos dos primeiros imigrantes alemães no país, localizada em uma cidade histórica, que conserva muitos dos costumes e tradições européias, mas que tem orgulho de ser brasileira, assim como a cachaça que produzem. Aqui no Brasil, essa família de alemães encontraram uma terra de oportunidade e, apesar das dificuldades, a produção de Weber Haus resistiu por 5 gerações, resultando hoje na criação de uma cachaça extra-premium de 12 anos.

A minha realização com profissional foi poder criar esse registro único e que considero importante. A minha realização pessoal, além de ter contribuído para criar um produto exemplar, que coloca muito uísque no chinelo, tem a ver também com essa minha ansiedade de divulgar todos os cantos do Brasil de uma forma inusitada, mas muito rica.

Espero que vocês gostem dos vídeos e do trabalho realizado por aqui… em relação à cachaça, o meu exemplar está bem guardadinho para ser aberto numa ocasião bem especial.

[adsanity_group group_ids=5172 num_ads="2" num_columns="2"]
Mapa da Cachaça

Mapa da Cachaça

Somos uma referência cultural, histórica e sensorial sobre cachaça. Gosta de cachaça boa? Então siga o Mapa da Cachaça.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

6 comentários

  1. Gostei do site. Sou um apreciador de cachaça e de todo o valor cultural que ela tem para nós brasileiros. Comprei recentemente a cachaça Weber Haus Ouro. Gostei muito. Tenho um blog voltado para a área cultural e pretendo escrever sobre o que a cachaça representa nesse universo da Cultura. Gostaria muito de um dia poder apreciar esse blend Weber Haus 48 12 anos. Vou passar a frequentar mais o seu site e me cadastrei para receber informações. Se tiver uma oportunidade, visite o meu blog: http://www.zecabarroso.blogspot.com.br. Abraço.

  2. Parabéns pelo filme e pela cachaça. O post é antigo mas precisava registrar a impressão que tive de que de fato deve ser uma das melhores cachaças já produzidas.

    Não tenho muito conhecimento sobre cachaça, mas tenho me interessado e pesquisado sobre o assunto de uns meses pra cá, após meu avô falecer, ele que era um apreciador dessa bebida tão interessante e soube aproveitá-la até o fim dos seus noventa anos.

    Parabéns!