Cajazeira, coquetel com jambu é releitura do moscow mule - Mapa da Cachaça
Ethylica

Cajazeira, coquetel com jambu é releitura do moscow mule

28 de 12 de 2019

Com a proposta de levar a “cachaça de jambu” para além das fronteiras do Pará, a Jós desenvolveu releituras de coquetéis clássicos que saem da normalidade com ‘tremor’ da flor de jambu.

Cajazeira Jós (Renato Pizzuto): coquetel com cachaça de jambu

Cajazeira: coquetel com cachaça de jambu Jós e espuma de cajá (crédito: Renato Pizzuto)

Popularmente conhecida como cachaça de jambu, essa aguardente composta obtida a partir da infusão da flor de jambu tem saído cada vez mais das fronteiras do Norte do país e invadido os bares de várias regiões, em que os apreciadores e curiosos querem conhecer o verdadeiro ‘tremor’ da bebida.

Com o intuito de tornar o sabor único da cachaça de jambu ainda mais apreciado, a Jós trouxe a proposta de trabalhar as características sensoriais dessa erva do Norte na coquetelaria clássica fazendo releituras equilibradas dos drinques com a picância e dormência da planta.

A partir de uma pesquisa de sabores nacionais feitos pelo o embaixador da marca, Alê Sampaio, nasceram coquetéis como o Cajazeira, um drink que lembra a estrutura de um moscow mule, porém feito com a espuma da fruta cajá e com base alcoólica a aguardente Jós.

Para quem não sabe, a estrutura do moscow mule no Brasil é diferente do resto do mundo, em que a espuma no coquetel ficou muito famosa a partir da criação do bartender Marcelo Serrano, que na falta de Ginger Beer (um refrigerante de gengibre), substituiu por uma espuma cremosa e essa receita de sucesso tomou conta dos bares de norte a sul, sendo que hoje em dia são encontradas variações da espuma, com vários sabores.

Com o frescor latente do jambu e o dulçor ácido do cajá, esse coquetel tem tudo para ser um sucesso nos balcões dos bares e festas.

O sabor que uniu quatro amigos

Muito utilizada na culinária nortista (Pará, Amazonas, Acre e Rondônia), essa erva também conhecida como agrião-do-Pará, tem efeitos na boca indescritíveis, mas que resumidamente anestesiam os lábios e língua, trazem picânia e salgado ao mesmo tempo – parece uma festa louca na boca.

Impressionados com o efeito dessa bebida, quatro amigos que viajavam encantados pela região do distrito de Alter do Chão, em Santarém no Baixo Amazonas, pensaram em como poderiam levar a experiência e o sabor marcante da região Norte de forma democrática para todo o país. Foi assim que nasceu a ideia da Jós: uma cachaça com infusão de jambu produzida no interior de São Paulo.

Com intuito de valorizar o que há de melhor no Brasil, o projeto da Jós tem a formulação da bebida feita na renomada universidade ESALQ, de Piracicaba (SP), em que foi desenvolvida através de consultoria científica da doutora e pesquisadora Aline Bortoletto.

A destilação acontece em Mococa(SP) e todas as flores de jambu usadas na produção são originárias da colheita de produtores locais do Pará. A finalização da cachaça acontece em São Pedro (SP), sede da Jós, em que é realizado o equilíbrio na medida certa entre o sabor da cachaça e o complexo do jambu.

Receita

Receita

Cajazeira

Autor

Alê Sampaio

Ingredientes

- 50 ml de Jós
- 80 ml de água com gás
- 2 limões tahiti
- 250 ml de refrigerante de limão
- 4 gr de gelatina sem sabor
- 200 g de açúcar
- 25 g de gengibre
- 100 g de polpa de cajá
- 160 ml de água
- Gelo

Preparo: Espuma de cajá

1. Dissolva a gelatina em água
2. Bata em um liquidificador a polpa do cajá com água e 100g açúcar por 01 minuto
3. Misture o sulco da polpa com a solução gelatinosa
4. Coloque o líquido no sifão e reserve

Preparo: Ginger Beer

1. Bata o gengibre com 200g de açúcar, o refrigerante de limão e os limões por 1 minuto e coe em um recipiente.

Finalização

1. Encha o copo com gelo
2. Acrescente a Jós
3. Acrescente 50 ml de ginger beer
4. finalize com a espuma de cajá

PUBLICADO POR:

Comentários

Seleção de Cachaças

youtube google-plus facebook twitter instagram user filter list
%d blogueiros gostam disto: