Cachaça Maria Izabel Jequitibá-Rosa 700ml

SKU: CMI70002JEQ Categoria: Tags: ,

Descrição

Conheça a produtora da cachaça Maria Izabel

A cachaça Maria Izabel Jequitibá- Rosa é envelhecida em jequitibá-rosa de mil litros por 18 meses.

Maria Izabel investiu todo dinheiro que tinha quando comprou o sítio paradisíaco à beira mar, em Paraty (RJ), na década de 80. A mulher que anos mais tarde começaria a produzir cachaça como os antepassados faziam, só queria um pedaço de terra para plantar e ter um cavalo, sonho de infância.

Maria Izabel, produtora da cachaça Maria Izabel

A Cachaça Maria Izabel Jequitibá- Rosa é armazenada em barris de jequitibá-rosa de mil litros por 18 meses.

A Cachaça Maria Izabel Jequitibá- Rosa, lágrimas e rosário moderados; cor amarelo-palha e toque esverdeado; aroma de cana fresca, que evolui com repouso para especiarias, óleos de amêndoa e pimenta-do- reino; leve apimentado e salgado presentes na boca; sensação alcoólica moderada; acidez equilibrada; retrogosto moderado.

Ideal para: beber pura, para entender o território de Paraty

A produção da Cachaça Maria Izabel

Para a produção da sua cachaça, ela segue receitas de antepassados e de amigos produtores, como o Pedro Souza Peroca, da cachaça Peroca do Fundão. A cana-de-açúcar usada é a mulatinha, espécie típica da região que cresce nos morros ao redor da propriedade. Durante o processo de fermentação, Maria Izabel usa grãos e fubá de milho e não tem costume de reduzir o brix do caldo da cana – que já é tipicamente baixo na região chuvosa. As leveduras são selvagens, pois para a produtora as leveduras comerciais descaracterizariam o território de Paraty. Após a destilação, suas cachaças passam por dornas de mil litros de jequitibá-rosa e barris de 250 litros de carvalho francês.

O rótulo da cachaça foi feito pelo ilustrador americano Jeff Fisher, a pedido da prestigiada editora Liz Calder, idealizadora da Flip (Festa Literária Internacional de Paraty).

Informação adicional

Peso 0.700 kg