Restaurante Mocotó: valorização da cachaça e da cultura sertaneja

Mocotó

Que o Mocotó é um bom lugar para conhecer, isso já não é nem mais novidade, porém é sempre legal ressaltar que na Zona Norte de São Paulo tem um espaço especial dedicado à cachaça

O Rabo de Galo é um dos coquetéis clássicos com cachaça que estão na carta do Mocotó

Há alguns anos o chef Rodrigo Oliveira vem chamando a atenção do Brasil, e também do mundo, para a Vila Medeiros – bairro da Zona Norte de São Paulo, onde fica o Restaurante Mocotó

Rodrigo começou a trabalhar no restaurante de raízes nordestinas que o pai, José de Oliveira Almeida, fundou em 1973. Desde sua origem, a comida, em especial o caldinho de mocotó, já fazia enorme sucesso entre os moradores do bairro. 

José queria que os filhos estudassem, porém a habilidade com a gastronomia e a visão de empreendedor de Rodrigo fez com que o jovem chef (que depois de muita bronca) fosse estudar gastronomia e transformar o que o Mocotó é hoje: um restaurante de comida sertaneja que entrou para a lista dos 101 lugares para se comer no mundo, da Newsweek, e o 16º melhor restaurante da América Latina pela revista britânica Restaurant

Fora a marca que se estendeu para o Mocotó Café, instalado no Mercado de Pinheiros, e o Balaio IMS, na região da Avenida Paulista, que também tem a cozinha comandada pelo chef. 

Todos os méritos do Mocotó estar na rota de lugares para se conhecer já não é mais tão novidade, porém é sempre bom lembrar e retornar para este espaço que traz uma comida confortável, gostosa, além de ter uma bela carta de cachaças e coquetéis com a branquinha que são de encher os olhos. 

Quem comanda o bar do Mocotó é o chefe de bar Paulo Carvalho, que tem no trabalho desenvolvido dentro da casa coquetéis refrescantes e com a valorização dos ingredientes brasileiros e – claro com muita cachaça. 

Vídeo que fizemos do Mocotó – a estrutura do restaurante mudou muito desde então

Coquetéis com cachaça do Mocotó

De autoria de Paulo, o coquetel ‘I Love Quebrada’ é um drinque que leva cachaça com especiarias, suco de limão siciliano, xarope de amora e amora frescas, que foi criado também para ajudar um projeto social localizado na Vila Medeiros, em que parte da renda é revertida para a instituição.

O ‘Da Quebrada’ tem parte do lucro revertida para um projeto social da Vila Medeiros

Também na carta,  A ‘Maria Bonita’ é um coquetel belíssimo que leva o que há de mais gostoso no nordeste – cachaça, caju, cajá, maracujá e açúcar, e para aqueles que curtem uma lembrança de casa de vó, o ‘Cangibrina’ tem cachaça composta com zimbro e gengibre, limão e açúcar – que lembra bem aquelas receitas caseiras para curar ‘qualquer coisa’. 

Dentre muitos outros coquetéis com cachaça, os tradicionais também figuram com destaque, como o Rabo de GaloCaju AmigoTrês Limões e claro – uma seção especial para caipirinha e caipifrutas. 

A beleza da carta do Mocotó está na verdade na quantidade de cachaças disponíveis na casa, que estão separadas por puras e também amadeiradas. Por lá dá para encontrar cachaças armazenadas em jequitibá, freijó, umburana, carvalho, bálsamo, castanheira, jaqueira, jatobá, sassafrás, tatajuba, amendoim e blends de madeiras também. 

As cachaças são selecionadas de diversas regiões do Brasil, além de uma seção especial para as garrafadas produzidas na própria Vila Medeiros. 

O famoso dadinho de tapioca acompanhado de molho de pimenta com cachaça

Para comer aconselhamos chegar cedo (ou sem pressa), porque a fila de espera sempre é grande. Mas não se preocupe, é possível degustar petiscos enquanto aguarda, como o clássico dadinho de tapioca com geleia de pimenta e o suculento torresmo. É possível também já degustar alguns coquetéis durante a espera. 

Dos pratos principais, não pode deixar de pedir a carne de sol assada com manteiga de garrafa, pimenta biquinho e mandioca, ou o baião de dois. Se estiver em grupo, é possível pedir vários pratos e ir compartilhando e experimentando esta viagem saborosa. 

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba em primeira mão nossas novidades, eventos e promoções

Quer receber no seu e-mail 5 aulas gratuitas sobre cachaça? Assine nossa newsletter exclusiva e durante 5 dias te enviaremos o melhor conteúdo sobre o destilado brasileiro!

Compartilhe esse artigo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
dorna de amburana

Dorna de amburana para envelhecer cachaça

Já pensou em ter sua própria dorna para envelhecer cachaça? Nós fizemos uma seleção dos melhores barris e dornas de amburana para você começar seus experimentos em casa com bebidas  fermentadas e destiladas.

Comprar
Dadinhos de madeira

Dadinhos de Madeiras 1kg – Tosta Média

Um quilo de dadinhos de madeiras com tosta média para envelhecimento acelerado. As opções de madeiras são: Amburana, Bálsamo, Carvalho, Castanheira, Cumaru, Eucalipto, Ipê, Jaqueira, Jequitibá, Putumujú

Comprar
barril de balsamo

Barril de bálsamo para envelhecer cachaça

Compre barril de bálsamo para envelhecer bebidas e agregar novas cores, aromas e sabores ao seu destilado (cachaça, rum, uísque), cerveja ou coquetel.

Comprar
mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário