cachacaria_lamparina-macunaima-coquetel-com-cachaca.j

O Macunaíma já é considerado por muitos um “novo clássico” da coquetelaria brasileira – confira aqui alguns lugares para beber, além do Boca de Ouro, seu bar de origem.

Macunaíma, coquetel feito com cachaça, fernet branca, limão e açúcar já caiu no gosto da galera e nós do Mapa da Cachaça listamos alguns lugares que você pode encontrar o drink.

Elaborado por Arnaldo Hirai (bartender e sócio do Boca de Ouro), certamente o Macunaíma já é considerado por muitos do ramo um drink que entrou para os “clássicos” da coquetelaria brasileira, ademais que muitos bares e restaurantes o incluem na carta.

Atrás do balcão do Boca de Ouro, lugar intimista que vale muito a visita (chegue cedo), Arnaldo sorri e diz: “Sempre entra alguém aqui falando que viu o Macunaíma na carta de algum lugar, mas eu mesmo não consigo acompanhar”.

O Boca de Ouro se tornou um queridinho entre os bartenders da cidade que se reunem nas suas folgas de segunda-feira para tomar os coquetéis do Arnaldo – que gosta de seguir uma linha mais clássica de coquetelaria, mas acertou em cheio no Macunaíma ao criar uma receita muito representativa da coquetelaria brasileira, sendo replicada em outros bares e inspirando outros bartenders a criar novas misturas com cachaça.

MACUNAÍMA: UM COQUETEL SABOROSO E FÁCIL DE PREPARAR

Arnaldo diz que criou o drink em 2014, ano da Copa do Mundo do Brasil. O clima de Copa era tanto que a primeira versão do coquetel levava o nome de Caxirola (lembram daquele chocalho que seria o instrumento oficial do evento no Brasil?) – assim como o instrumento criado por Carlinhos Brown a alcunha não pegou e o coquetel foi rebatizado com um nome bem mais propício.

Certamente a facilidade na hora do preparo serviu para galgar o caminho entre os coquetéis favoritos para servir em um bar ou para fazer em casa (você pode ver a receita aqui). Sem segredo para preparar o drink, Arnaldo só pontua: uma boa cachaça armazenada em bálsamo, madeira brasileira muito utilizada no processo de produção das cachaças do norte de Minas. A usada por ele é a Salinas Bálsamo.

CONFIRA ABAIXO OS LUGARES (A LISTA PODE AUMENTAR):

Boca de Ouro – São Paulo

Localizado em uma casa antiga charmosa em Pinheiros, o local é discreto e super intimista. Com um balcão que lidera o salão inteiro, você pode apreciar seu drink na companhia dos sócios Renato Martins e Arnaldo Hirai. O local conta com uma mesa de sinuca no andar de cima, mas é bom chegar cedo, pois o bar é pequeno. A porção de coração de frango com canjiquinha e picles a milanesa são uma boa pedida para beliscar. O Macunaíma sai a R$ 17,00 na casa.

Barouche – São Paulo

Inaugurado em 2016 no Arouche, hoje o Barouche conta com uma outra unidade em Pinheiros. Com intuito de ser um bar gostoso com coquetéis simples e comida de boteco, o local é ideal para ir com os amigos e curtir um clima descontraído. O Macunaíma está entre os coquetéis favoritos da casa.

Urbe Café – São Paulo

Localizado na Cerqueira César, bem próximo à Rua Augusta, o local ferve o dia inteiro, desde pessoas que vão para tomar um bom café, especialidade da casa, para reuniões de negócios até o clima mais descontraído, que se estende para à noite. O Macunaíma faz parte da seção do cardápio dedicado à Coquetelaria Brasileira e o preço é de R$ 18,00.

Lamparina – Belo Horizonte

Já muito citado aqui no Mapa, o Lamparina é um bar que fica no Mercado Novo, na região central de Belo Horizonte, e é um local certeiro para experimentar ótimos drinks com cachaça e é claro que o Macunaíma está entre eles. O preço do coquetel é R$ 13,00.

Nou – São Paulo

Com duas casas no bairro de Pinheiros, o restaurante vive lotada e tem clima descontraído, com vários ambientes e cardápio variado com preços acessíveis. Entre os clássicos, está o filé a milanesa com risoto de limão siciliano e a salada de Chèvre. O Macunaíma sai a R$ 22,00.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba em primeira mão nossas novidades, eventos e promoções

Mapa da Cachaça

Mapa da Cachaça

O Mapa da Cachaça é uma premiada plataforma multimídia com o objetivo de compartilhar informações sobre a cultura, história, aromas e sabores do destilado brasileiro.

Quer receber no seu e-mail 5 aulas gratuitas sobre cachaça? Assine nossa newsletter exclusiva e durante 5 dias te enviaremos o melhor conteúdo sobre o destilado brasileiro!

Compartilhe esse artigo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Barril de amburana

Barril de amburana para envelhecer cachaça

Barril de diversos tamanhos da madeira amburana (Amburana cearenses) para envelhecer cachaça e outras bebidas como rum, cerveja e coquetéis.

Comprar
dorna de amburana

Dorna de amburana para envelhecer cachaça

Já pensou em ter sua própria dorna para envelhecer cachaça? Nós fizemos uma seleção dos melhores barris e dornas de amburana para você começar seus experimentos em casa com bebidas  fermentadas e destiladas.

Comprar
barril de balsamo

Barril de bálsamo para envelhecer cachaça

Compre barril de bálsamo para envelhecer bebidas e agregar novas cores, aromas e sabores ao seu destilado (cachaça, rum, uísque), cerveja ou coquetel.

Comprar
mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário