magnifica-tradicional-6x-1000ml

Após mais de 15 anos no mercado, a Cachaça Magnífica terá de mudar o rótulo por determinação da justiça. A cachaça, produzida na Fazenda do Anil, na divisa de Vassouras com Miguel Pereira, região serrana do estado do Rio de Janeiro, possui uma imagem do Pão de Açúcar estampado no rótulo. Segundo o Ministério da Agricultura, que autuou e multou a marca em R$4 mil, justifica dizendo que a imagem estampada nas garrafas daria a entender que a bebida seria produzida no Morro da Urca.

A notícia está dando o que falar no universo cachaceiro.

A especialista em cachaça, Isadora Bello Fornari, manifestou-se em suas redes sociais a favor da Magnífica, afirmando que “isso é mais um triste exemplo com justificativa lamentável de como um governo deve agir para não incentivar seus produtores”.

A sommelier Deise Novakoski também repudiou a decisão da justiça  afirmando que “não é possível que num mercado onde mais de 90% dos produtores estão na clandestinidade, fazendo destilado que pode matar a população com nome de cachaça, tenhamos funcionários pagos com o meu, o seu, o nosso dinheiro avaliando a quantos palmos do Morro da Urca está sendo feita uma cachaça do Rio de Janeiro. Ou alguém aí tem dúvida de que Miguel Pereira está no Estado do Rio de Janeiro?”

O Mapa da Cachaça também se posiciona contra a decisão absurda que prejudica o produtor artesanal e subestima a capacidade de consumidor de interpretar as informações contidas num rótulo ou na comunicação de um produto. Afinal, ninguém acha que as Havaianas são produzidas numa ilha norte-americana por moças bronzeadas tocando o ukulele ou que as Casas Bahia é uma rede limitada às fronteiras de um estado do Nordeste brasileiro. Seguindo o mesmo raciocínio, por que razão a de se tirar o Morro da Urca da cachaça produzida em Valença?

Até o momento, a marca não se pronunciou sobre a notícia.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba em primeira mão nossas novidades, eventos e promoções

Mapa da Cachaça

Mapa da Cachaça

O Mapa da Cachaça é uma premiada plataforma multimídia com o objetivo de compartilhar informações sobre a cultura, história, aromas e sabores do destilado brasileiro.

Quer receber no seu e-mail 5 aulas gratuitas sobre cachaça? Assine nossa newsletter exclusiva e durante 5 dias te enviaremos o melhor conteúdo sobre o destilado brasileiro!

Compartilhe esse artigo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Dadinhos de madeira

Dadinhos de Madeiras 1kg – Tosta Média

Um quilo de dadinhos de madeiras com tosta média para envelhecimento acelerado. As opções de madeiras são: Amburana, Bálsamo, Carvalho, Castanheira, Cumaru, Eucalipto, Ipê, Jaqueira, Jequitibá, Putumujú

Comprar
dorna de amburana

Dorna de amburana para envelhecer cachaça

Já pensou em ter sua própria dorna para envelhecer cachaça? Nós fizemos uma seleção dos melhores barris e dornas de amburana para você começar seus experimentos em casa com bebidas  fermentadas e destiladas.

Comprar
Dorna de Bálsamo

Dorna de bálsamo para envelhecer cachaça

Quer envelhecer sua própria cachaça, cerveja ou coquetel? Temos a dorna de bálsamo que você precisa para começar seus experimentos.

Comprar
  • Riberto
    junho 10, 2015 at 6:56 pm

    Se fosse um “gringo” fabricando uisque de quinta o Governo alem de liberar a imagem daria subsídios.

  • Francisco Soares
    junho 10, 2015 at 8:09 pm

    Um absurdo essa multa,esses babacas não tem o que fazer.Um brinde a nossa CACHAÇA!

  • Acácio Véras
    junho 11, 2015 at 5:01 pm

    Uma palavra define esta decisão: RIDÍCULA!

  • Maria do Carmo B de Faria
    julho 20, 2015 at 9:28 am

    A MAGNÍFICA só tem a agradecer as manifestações de apoio recebidas. Mas, a par disso, é necessário lutar para que as normas/leis e portarias sejam mais objetivas e claras de modo a não deixar margem para a interpretação subjetiva e sejam motivo de segurança e não de incerteza..
    Nosso rótulo foi aprovado pelo próprio MAPA em 2005, com a menção Rio de Janeiro e a imagem do morro da Urca. Depois disso, a norma foi modificada, e com efeito retroativo, dando origem à exigência para que modificássemos o rótulo. O recurso ao MAPA em Brasília manteve a decisão do SISV – RJ e com isso fomos multados e obrigados a fazer a modificação exigida.

Adicionar um comentário
%d blogueiros gostam disto: