Mapa Musical da Cachaça: Bebida Nacional - Mapa da Cachaça
Verallia

Mapa Musical da Cachaça: Bebida Nacional

04 de 04 de 2013

Alessandro Corrêa é um talentoso músico e compositor que juntou um grupo de feras para criarem o mapa musical da cachaça. A construção do repertório pode ser entendida como uma espécie de viagem pelas regiões produtoras de cachaça no Brasil e a maioria das músicas representa os gêneros musicais procedentes dessas regiões. Para ajudar na identificação dessas regiões, os músicos utilizaram as pesquisas realizadas aqui no Mapa da Cachaça.

O disco tem sambas à Dorival Caymmi, bem baianos, e outros de pegada mais carioca, na linha do pessoal do Estácio de Sá. Milongas gaúchas, frevos pernambucanos e marchinhas de carnaval também compõem o mosaico.

Um exemplo é a música Dendezeiro (Faz-xodó), uma homenagem dos músicos ao estilo de Dorival Caymmi, a faixa faz uma referência à relação entre a cachaça e o azeite de dendê usados juntos em oferendas. Faz-xodó é um dos inúmeros sinônimos de cachaça bem popular na Bahia.

Outro apelido popular de cachaça é Bicadinha, que dá o nome de uma das músicas do Bebida Nacional. A música é trilha do making of da realização, que mostra os bastidores desse belo produto cultural bem brasileiro.

“O ideal é que o disco seja ouvido acompanhado de uma cachaça artesanal de qualidade”, brinca Corrêa, “mas pode ser apreciado a qualquer hora”.

Bebida Nacional traz, além das composições de Alessandro (uma em parceria com Celso Araújo), duas músicas do violeiro Roberto Corrêa (não há nenhum parentesco entre eles, apesar de serem mineiros) e uma do acordeonista baiano Júnior Ferreira.

Se interessou pelo trabalho e gostaria de um exemplar do CD? Manda um e-mail pra gente no contato@mapadacachaca.com.br

Quer ouvir na integra? A gente libera por aqui

 

Confira a matéria do Corréio Brasiliense assinada pelo jornalista Gabriel de Sá.

 

Anúncios

PUBLICADO POR:

youtube google-plus facebook twitter instagram user filter list