História da Cachaça

Cachaça Tiê Ouro é produzida pelo casal paulista Arnaldo Ramoska e Cris Amin em Aiuruoca, cidade localizada no sul de Minas Gerais, em uma bonita região de importância ambiental e histórica. A destilaria está localizada na fazenda Guapiara numa propriedade de 1.000 hectares, sendo 20 dedicados à cachaça.

Para a receita de produção, o casal se inspirou em uma famosa cachaça da região: a cachaça do Otacílio. Seguindo as tradições do sul de Minas Gerais, a cachaça é fermentada por leveduras selvagens, seguindo a Escola do Fermento Caipira. A destilação é feita em alambique de cobre aquecido a lenha. Arnaldo assina como mestre de alambique e durante a produção tem um reforço mineiro do próprio Otacílio e seu filho Tobías.

Tipo de cachaça
Dados da cachaça
  • Nome da cachaça
    Tiê Ouro
  • Faixa de preço
    $$
  • Ativa no mercado
    Sim
  • Trademark
    TIE INDUSTRIA E COMERCIO LTDA
  • Orgânica
    Sim
  • Cana própria
    Sim
  • Levedura
    Levedura selvagem
  • Destilação em
    Alambique de cobre
  • Estandardizada
    Não
Volume
Teor alcoólico
Localização

Estrada para ALAGOA - MG, 12, Aiuruoca - MG, Brazil

Madeira
Detalhes de envelhecimento

Após a destilação, a Cachaça Tiê Ouro é envelhecida em barris de carvalho europeu de 200 litros por 1 ano e meio. Os barris eram utilizados na Europa para envelhecimento de uísque. Em Aiurupouca, os barris estão agora alojados numa caverna cavada num barranco revestido por tijolos que garante condições de umidade e temperatura para envelhecer essa autentica cachaça mineira.

Video
    mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar uma avaliação

    Já se inscreveu no Mapa da cachaça?

    40 mil já fazem parte da nossa comunidade.

    Se inscreva agora e receba no seu e-mail 5 aulas sobre cachaça!