História da Cachaça

A aguardente Rainha Paraibana começou a ser produzida em 1877 por Deocleciano Bezerra no Engenho Goiamunduba, numa região de solo fértil bom para a plantação da cana-de-açúcar e de clima ameno propício para a fermentação da aguardente artesanal. Desde sua inauguração, o engenho é exclusivo para a produção de destilado, enquanto outros produtores locais se dedicavam também ao preparo da rapadura. Com Adriano Bezerra na administração, a quarta geração da família continua a tradição de produzir utilizando leveduras selvagens que fermentam o mosto em dornas de madeira. A destilação é feita em alambiques de cobre de fogo indireto.

Um detalhe importante, segundo a legislação a Rainha não pode ser chamada de cachaça, mas de aguardente de cana, porque tem graduação acima de 48%, preferência dos consumidores locais desse clássico paraibano.

Detalhes da Produção

A cachaça Rainha Paraibana é produzida desde 1877 no Engenho Goiamunduba, no município de Bananeiras fica na região do Brejo Paraibano. O município de passado colonial, recortado por ladeiras e sobrados do século 19, foi o maior produtor de café de toda a Paraíba e abriga um casario com 80 construções catalogadas pelo IPHAEP. A cidade ainda conta com outras construções históricas como um túnel de trem de 1922 e um cruzeiro do final do século 19 localizado a 507 metros de altura, além da Cachoeira do Roncador, uma queda d'água de 45 metros.

A Rainha Paraibana é uma cachaça forte... Quer dizer... cachaça não! É uma aguardente de cana de açúcar pra cabra macho!

Depois de destilada, a aguardente é armazenada em dornas de freijó de 20 mil litros revestido de parafina por no mínimo 6 meses.

Tipo de cachaça
Dados da cachaça
  • Nome da cachaça
    Rainha Paraibana
  • Faixa de preço
    $
  • Ativa no mercado
    Sim
  • Trademark
    Rainha Paraibana
  • Orgânica
    Não
  • Levedura
    Levedura selvagem
  • Destilação em
    Alambique de cobre
  • Estandardizada
    Não
Volume
Teor alcoólico
Video
Localização

Estr. de goiamunduba, Bananeiras - PB, Brasil

Madeira
    • Jeosafá correia campos
      março 27, 2021 at 7:20 am

      Bom dia estou feliz em poder mandar essa mensagem. Sou do Rio de janeiro e aprecio e digo que essa Rainha é a melhor do Brasil.
      Eu provei uma delas ainda com a tampa de cortiça foi demais aqui no Rio é difícil encontra uma Rainha quero poder ir visitá-los
      Dês de já parabéns por fazer uma aguardente maravilhosa.

    Adicionar uma avaliação