Felipe Jannuzzi, Autor em Mapa da Cachaça
Verallia

Autor: Felipe Jannuzzi

?> Cachaça Leblon – De Patos de Minas para o mundo

Desde 2005, a cachaça Leblon é produzida em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. Conheça mais sobre a história dessa cachaça com influências francesas, norte-americanas e brasileiras.

Veja mais
?> Como produzir cachaça artesanal em 7 etapas

Aprenda aqui com o Mapa da Cachaça as 7 etapas de como produzir cachaça artesanal e entenda mais sobre essa centenária prática de produção.

Veja mais
?> Cachaça Weber Haus, os alambiques do Rio Grande do Sul

Fomos visitar o alambique da cachaça Weber Haus, onde encontramos uma antiga colônia alemã no Brasil.

Veja mais
?> O Território ou terroir da Cachaça

Nós do Mapa da Cachaça buscamos cada vez mais produtores que representem o seu terroir, ou como podemos chamar aqui, o seu território.

Veja mais
?> Territórios da Cachaça: Morretes – Paraná

No Mapa da Cachaça lançamos a série Territórios da Cachaça. Nesse artigo apresentamos o território de Morretes no Paraná

Veja mais
?> Territórios da Cachaça: Paraty – Rio de Janeiro

Território da Cachaça: apresentamos o território de Paraty, região com histórico de produção que data do começo do século XVII.

Veja mais
?> As Escolas Cachaceiras, uma nova abordagem para classificar os diferentes estilos de cachaça

É possível encontrar produtores de cachaça com diferentes filosofias de produção. Estamos chamando essa diversidade de “Escolas Cachaceiras”.

Veja mais
?> Menos jambu e mais Caipirinha para a valorização da coquetelaria nacional

Afinal do que adianta falarmos de jambu, priprioca e catuaba se não conseguimos nem defender a receita original da Caipirinha?

Veja mais
?> Virga – Primeiro Gim Artesanal do Brasil

Virga é o primeiro gim artesanal do Brasil e o único no mundo a levar cachaça de alambique no seu blend. Além de apresentar botânicos nacionais, o gim quer valorizar nossa tradição de mais de 450 anos destilando cana-de-açúcar em alambiques de cobre.

Veja mais
?> A cachaça e as técnicas de envelhecimento acelerado

Cresce o número de pessoas que compram barris, chips e lascas de madeiras para infusionar cachaça em casa. Apesar de ser uma prática condenada pelo mercado produtor, o envelhecimento acelerado poderá contribuir para a difusão de conhecimento sobre a nossa bebida.

Veja mais
?> Mapa da Cachaça no Bar Convent Berlin 2015

Fomos convidados pra falar sobre cachaça de alambique em um dos maiores eventos de destilados do mundo, o Bar Convent Berlin!

Veja mais
?> Cachaça Santo Grau lança Pedro Ximenes e Cinco Botas

Fomos visitar uma das unidades de produção da cachaça Santo Grau, em Itirapuã. Por lá, descobrimos uma novidade: o uso de barris de carvalho para envelhecer a bebida no sistema de Solera.

Veja mais
youtube google-plus facebook twitter instagram user filter list