Yaguara e o sonho de jovens empreendedores em fazer da cachaça um destilado do mundo - Mapa da Cachaça
Verallia

Yaguara e o sonho de jovens empreendedores em fazer da cachaça um destilado do mundo

02 de 12 de 2019

Thyrso Camargo e Hamilton Lowe são os sócios da cachaça Yaguara, uma marca inspirada na tradição brasileira com uma linguagem contemporânea para se comunicar com o mundo dos destilados artesanais

Fundadores-cachaca-yaguara

Thyrso Carmargo, Hamilton Lowe, Thiago Camargo e Serafim Camargo

A cachaça Yaguara surgiu no mercado em 2013 com a proposta de trazer uma comunicação jovem, moderna e enfatizando as características de uma produção de cachaça artesanal e sustentável. Os responsáveis pela construção da marca são amigos e jovens empreendedores, os brasileiros Thyrso e Tiago Camargo e o inglês Hamilton Lowe.

Mas quem vê a proposta moderna da Yaguara, pode nem imaginar que essa história começa na verdade no início do século XX.

A história da cachaça Yaguara

Na década de 1930, o tataravô de Thyrso, Paulo Meneghel, abriu uma indústria de álcool no Paraná. Como paixão e hobby,  nos anos seguintes, Serafim (avô de Thyrso) criou a ‘Cachaça do Barba’, que era uma aguardente envelhecida em madeira, distribuída para familiares e amigos mais próximos. 

A Cachaça do Barba inspirou Thyrso, que apesar da gostar da bebida nunca imaginou que um dia pudesse ser dono de sua própria marca de cachaça. O jovem empreendedor estudou economia e conheceu o sócio Hamilton quando estudou na Suíça.

A sementinha cachaceira começou a ser plantada na época em que Thyrso foi fazer um período de 3 meses de trabalho com o pai de Hamilton, o inglês Frank Lowe (um dos mais importantes publicitários do mundo). Na época, Thyrso havia levado a cachaça da família em uma garrafa de vinho, sem rótulo e acabou atiçando a curiosidade dos amigos ingleses.

Comercial Seagrams - Frank Lowe

Antiga propaganda com assinatura de Frank Lowe. Enquanto Thyrso tinha experiência com a família produtora de cachaça, Hamilton traz na bagagem a experiência de quem sabe trabalhar a comunicação de bebidas para o mercado mundial

Depois de trabalhar em banco e em outros empreendimentos, ganhando experiência como empreendedor, Thyrso recebeu uma ligação de Hamilton, que na época contou que havia um executivo do ramo de bebidas interessado em cachaça.

Sem demorar, Hamilton e o pai, Frank, desembarcaram no Brasil e começa aí a história da Yaguara.

“Minha família produz  cachaça há 5 gerações, mas a grande inspiração foi o meu avô Serafim”, comenta Thyrso, que na época buscou referências na antiga receita do avô para constituir a identidade de sabor da Yaguara.

Outros dois pilares importantes para a construção da marca também foram: uma boa base de marketing e uma embalagem que chamasse atenção. A primeira questão foi resolvida muito facilmente, já que os grandes conhecimentos de Frank Lowe foram fundamentais neste começo. “O pai do Hamilton ajudou muito a coordenar e até hoje é um consultor ativo dentro das nossas marcas e campanhas que desenvolvemos”, relata Thyrso.

Já a embalagem foi feita pelo renomado artista britânico Brian Clarke, uma sumidade quando o assunto é arte em vidro. Para a garrafa da Yaguara, Clarke se inspirou no mosaico do calçadão de Copacabana, desenhado por outro consagrado (desta vez na área de paisagismo) Roberto Burle Marx.

Como a cachaça Yaguara é produzida?

Depois de todas essas escalas, que com certeza deram uma base sólida para a constituição da marca, o desafio dos empreendedores estava em conseguir uma bebida boa.

Para isso, foram buscar ajuda na destilaria Weber Haus, em Ivoti (RS), reconhecida pelo trabalho exemplar da equipe de Evandro Weber. “Hoje trabalhamos com produtos certificados orgânicos e parte de ter escolhido a destilaria Weber Haus como parceira foi porque a produção deles é 100% sustentável”, conclui Thyrso.

Além do canavial orgânico, um dos destaques da produção gaúcha está na fermentação. Uma das grandes inovações no processo de produção da Yaguara está no uso de leveduras selecionadas do próprio canavial, algo que garante controle e padrão durante o processo de fermentação, além de dar identidade do terroir de Ivoti ao destilado.

Outra escolha muito precisa foi a de convidar o químico e ‘Papa da Cachaça’ Erwin Weimann para ser o master blender da marca. O especialista, que faleceu em outubro deste ano, foi o responsável pela constituição da identidade de sabores da Yaguara, unindo a tradição e modernidade. Na  envelhecimento, Thyrso comenta que apesar da legislação permitir o uso controlado de adição de açúcar (9 gramas por litro), ou caramelo, a Yaguara não tem nenhum conteúdo adicionado.

Erwin Weimann master blender da Yaguara

Erwin Weimann era o master blender da cachaça Yaguara e foi responsável em ajudar a construir a identidade de sabores presente nas cachaças da marca

Os blends: carvalho, madeiras brasileiras e uma purinha

As cachaças feitas são a Yaguara Azul, que segue a receita original da família sendo um blend de cachaça branca e uma proporção menor da envelhecida; a Yaguara Ouro, que passa por envelhecimento de 1 ano em carvalho americano, depois mais 1 ano em madeira cabreúva e ao fim é feito um blend com uma cachaça envelhecida por também 1 ano em amburana; já a Yaguara Branca é o resultado de uma branca purinha descansada por 8 meses em tanques de inox.

Investindo na própria distribuição

Outro fator que o empresário acredita que fez o diferencial, foi ter a própria distribuidora, a Carmosina. “No lado comercial a Yaguara é uma das poucas marcas hoje em dia que tem distribuição e atendimento direto sem depender 100% de distribuidores em SP e Rio”, comenta.

Atualmente a cachaça Yaguara é distribuída para mais de 20 países, e Thyrso coordena o lado operacional das vendas, com foco principalmente em toda a América, e Hamilton é responsável pelo marketing e atendimentos para os países em que a marca é exportada, desde a Europa a Ásia.

Além das cachaças Yaguara, a Carmosina distribui o próprio gin Vitória Régia, também produzido na destilaria Weber Haus, e o gin francês Citadelle.

Garrafas da cachaça Yaguara Branca, Azul e Amarela

Construindo identidade da cachaça aqui e lá fora

Cachaça Me If You Can - concurso da Yaguara

O “Cachaça Me if You Can”, evento organizado em várias partes do mundo pela Yaguara para promover a coquetelaria com cachaça

A Yaguara vem construindo uma comunicação no Brasil e exterior buscando apresentar uma linguagem moderna, que conversa com o público mais jovem e criando diálogo com os profissionais de bar. Hamilton e Thryso trazem para o universo da cachaça colaboradores como Marcio Silva, do premiado Guilhotina, e outros bartenders de cidades importantes, como Nova York, Tóquio, Londres e Paris. As ações criadas pela dupla promovendo o uso da cachaça na coquetelaria como o “Concurso Rabo de Galo” e o “Cachaça me if you can”, já viraram eventos assinaturas da marca e aguardado todos os anos.

“A categoria precisa dos jovens para mudar a percepção. Nós acreditamos que cada marca tem seu perfil de cliente e é importante elas focarem neles e não em competir com as outras marcas. O perfil que estamos é um público que tem interesse em sustentabilidade (um pilar forte dentro da nossa marca), que acredita em design e valoriza uma história verdadeira”, conclui Thyrso, que acredita que a solução para o futuro do mercado de cachaças no Brasil é mudar a percepção da nova geração.

Anúncios

PUBLICADO POR:

Comentários

Seleção de Cachaças

youtube google-plus facebook twitter instagram user filter list