Tiê Prata é eleita melhor cachaça branca do Brasil pelo IV Ranking da Cúpula da Cachaça - Mapa da Cachaça
Ethylica

Tiê Prata é eleita melhor cachaça branca do Brasil pelo IV Ranking da Cúpula da Cachaça

14 de 03 de 2020

Em 2020, o IV Ranking da Cúpula da Cachaça elege a cachaça Tiê Prata como a melhor cachaça sem passar por madeira do Brasil

A Cachaça Tiê Prata, produzida em Aiuruoca, no sul de Minas Gerais, pelo casal paulista Arnaldo Ramoska e Cris Amin, recebeu 72,74 pontos na avaliação do IV Ranking da Cúpula da Cachaça, ficando em 1º lugar entre as cachaças armazenadas em inox.

Cachaça Tiê Prata

Ganha 5% de desconto na Ethylica.com.br digitando o cupom MAPADACACHACA

Na quarta edição do Ranking da Cúpula da Cachaça, buscando aprimorar a avaliação e divulgação dos resultados, as cachaças foram divididas em três categorias de acordo com as regras do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) para a denominação da bebida:

As divisões das categorias de cachaça

Inox: As chamadas cachaça branquinhas ou purinhas porque não passa por madeira, mas podem ter sido armazenadas em dornas de aço inox, mantendo dessa forma a coloração original do destilado.

Armazenadas/Envelhecidas: As chamadas cachaças ouro porque ganham coloração que vai do amarelo palha podendo chegar ao dourado escuro. Pelo menos 50% da cachaça foi envelhecida em barris de madeira.

Premium/Extra Premium: A cachaça premium ficou armazenada por pelo menos 1 ano em barris de madeira de até 700 litros. As chamadas extra-premium foram armazenadas em barris de até 700 litros por pelo menos 3 anos.

A cachaça Tiê Prata pelo sommelier Maurício Ayer

Tiê Prata tem uma untuosidade mediana, típica de uma cachaça com teor alcoólico de 42%. É cristalina, brilhante. Ao nariz, os aromas de cana e de rapadura prevalecem. Na boca, é o sabor quase ferroso da rapadura que de novo se afirma, de maneira prolongada, com a presença marcante da sensação alcoólica, como deve ser uma cachaça de tradição.

Por suas características, trata-se de uma cachaça que trabalha muito bem na coquetelaria. Mas é preciso que se diga: isso só acontece nas mãos de bartenders que saibam trabalhar com uma verdadeira cachaça. Pois a Tiê não tem nada da bebida neutra que alguns buscam, é uma cachaça que se afirma na sua identidade, é saborosa e aromática. E provocante: convida ao tira-gosto e ao próximo gole.

PUBLICADO POR:

Comentários

Seleção de Cachaças

youtube google-plus facebook twitter instagram user filter list
%d blogueiros gostam disto: