Cachaça Porto Morretes Prata

Morretes localiza-se no litoral do Paraná, cercada pela Mata Atlântica e pela cadeia de montanhas do Marumbi. Em 1991, a Unesco reconheceu a região como Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, em função de seu patrimônio ecológico.

No Mapa da Cachaça lançamos a série Territórios da Cachaça. No artigo apresentamos o território de Morretes.

Engenho dos Malucelli
Engenho dos Malucelli revela a importância histórica de Morretes como a produção de derivados de cana de açúcar

Breve histórico da cachaça em Morretes

A importância da região como produtora de aguardente, melado, rapadura e açúcar era tamanha que, em 1796, foi instalado na cidade o segundo engenho de açúcar do Brasil. A apenas alguns quilômetros do centro histórico de Morretes, nas proximidades do cemitério municipal, está o Engenho Central, conhecido também como Engenho dos Malucelli – atualmente degradado pelo tempo e tomado por mato, um prejuízo para a história local e nacional.

A fama e a qualidade da cachaça morretiana eram tantas que há registros datados de 1842 relativos à importação para Argentina, Uruguai e Chile. Mas, nas últimas décadas do século XX, os impostos excessivos fecharam as dezenas de alambiques instalados por imigrantes portugueses e italianos ao longo da Estrada do Anhaia. Nessa estrada, encontra-se desativada uma roda-d’água de 12 m de diâmetro, além de ruínas de engenhos e dornas de madeira com capacidade para mais de 15 mil litros que datam de meados do século XIX. Seguindo pela Anhaia, encontra-se também o Engenho do Diquinho, em atividade desde 1948.

Característica de produção do território de Morretes

Nos canaviais de Morretes tradicionalmente se usa a variedade de cana havaianinha. Os poucos produtores ainda em atividade que restaram no local seguem a tradição do emprego de fermento caipira. Todos eles fazem bom uso do envelhecimento da cachaça em barris de carvalho europeu, sendo os produtores paranaenses referência em cachaças premium e extrapremium para quem é fã de carvalho.

Teor alcoólico: 40-42% (ameno)

Cores: incolor, amarelada (dourado e caramelo-escuro),

Famílias aromáticas: adocicada (baunilha, mel), frutada (banana, frutas secas), especiarias (erva-doce).

Felipe Jannuzzi

Felipe Jannuzzi

Felipe é um dos criadores do Mapa da Cachaça. Viajou o Brasil visitando produtores e trabalha para a valorização da cachaça no mundo. Além do Mapa da Cachaça também é sócio da Ethylica e da Espíritos Brasileiros.

Quer receber no seu e-mail 5 aulas gratuitas sobre cachaça? Assine nossa newsletter exclusiva e durante 5 dias te enviaremos o melhor conteúdo sobre o destilado brasileiro!

Compartilhe esse artigo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Já se inscreveu no Mapa da cachaça?

    40 mil já fazem parte da nossa comunidade.

    Se inscreva agora e receba no seu e-mail o melhor do Mapa da Cachaça