Os Alambiques do Rio Grande do Sul – Cachaça Casa Bucco - Mapa da Cachaça
Verallia

Os Alambiques Gaúchos – Cachaça Casa Bucco

03 de 07 de 2012

Seguindo nossa viagem pelos alambiques gaúchos, saímos do alambique da Cachaça Velho Alambique e fomos para o alambique da Cachaça [cachaca id=”4362″]Casa Bucco[/cachaca], em Bento Gonçalves, apenas alguns metros da vinícula Salton.

Cachaça Casa Bucco - chegando no alambique

Cachaça Casa Bucco – Bento Gonçalves

Já falei nos posts anteriores que essa visita aos alambiques do Rio Grande do Sul me surpreendeu de uma maneira muito bacana. Além das excelentes cachaças, feitas com tecnologia e capricho, eu encontrei uma região linda, formada por charmosas cidadezinhas com influências italianas, alemães e polonesas, onde com certeza voltarei para aproveitar mais. Mas o que deu para constatar de uma vez por todas é que cachaças de qualidade são encontradas em qualquer lugar do Brasil.

Outra surpresa foi o calor. E que calor… Chegando no alambique da Casa Bucco, fomos recepcionados pelo Moacir Menegotto e seu filho, que logo tratou de nos mostrar suas receitas de drinks com a [cachaca id=”4368″]Casa Bucco Prata[/cachaca]. Vou confessar que lá tomei uma das melhores batidas de fruta dá minha vida… O Leandro Batista, grande conhecedor de drinks e cachaça, foi outro que aprovou os drinks…

Leandro Batista - O Sommelier de Cachaça no Alambique da Cachaça Casa Bucco

A história da Cachaça [cachaca id=”4385″]Casa Bucco[/cachaca] se mistura com a colonização italiana no Rio Grande do Sul. A família Bucco veio do norte da Itália, da região de Udne, onde já era conhecida pela produção de grappa – destilado de uva. O patriarca da família Bucco, Basílio Romano Bucco, chegou ao Brasil em 1875 e, assim como muitas outras famílias italianas no sul do Brasil, recebeu lotes de 24 hectares de mata nativa para iniciar uma nova vida no país. Basílio se estabeleceu na região do Vale do Rio das Antas, onde, protegida pela serra das geadas, a cana-de-açúcar se desenvolveu bem e os italianos começaram a produzir açúcar e melaço para complementar a renda familiar.

Vale do Rio das Antas no Alambique da Cachaça Casa Bucco - Rio Grande do Sul

Como conheciam o processo de fermentação e destilação por causa da produção da grappa, os Bucco passaram a produzir também a cachaça – um dos primeiros produtos comercializados na região. Como num sistema de escambo, a cachaça era trocada por outros produtos e passou a apresentar uma importante atividade econômica naquelas bandas. Em 1925, Basílio Bucco começa a investir na sua produção e adquire um alambique de cobre, descontínuo e artesanal, capaz de produzir cachaça de qualidade em maiores volumes. Muitas família ao longo do Rio das Antas (também conhecido como Rio Taquari) fazem cachaça para consumo próprio ou comercial até hoje, como no caso de Ivandro Remus da Cachaça [cachaca id=”10049″]Velho Alambique[/cachaca].

 

A tradição de produzir a Cachaça [cachaca id=”4385″]Casa Bucco[/cachaca] se manteve com Orlando Bucco e Olivio R. Bucco, respectivamente filho e neto de Basílio. Em 1996, Moacir A. Menegotto, consultor técnico em bebidas e mestre da arte de destilar em alambique de cobre, entra na empresa com o objetivo de melhorar a qualidade da cachaça adotando práticas como a seleção de leveduras e a separação das fases da destilação, descartando a cabeça e a cauda – partes indesejáveis da cachaça.

Moacir A. Menegotto - produtor da Cachaça Casa Bucco

Toda essa história nos foi contada pelo próprio Moacir durante nossa visita ao alambique. Desde que ele assumiu a produção da cachaça, a Casa Bucco recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais, reconhecendo a qualidade dessa cachaça gaúcha, com versão branca bi destilada, a [cachaca id=”4376″]Bi Bucco[/cachaca] e envelhecidas em barril de carvalho e tonéis de bálsamo.

Alambique da Cachaça Casa Bucco - Bento Gonçalves - Rio Grande do Sul

Barris no Alambique da Cachaça Casa Bucco

O alambique da Casa Bucco ainda não seria o último destino da nossa viagem pelos alambiques do Rio Grande do Sul. No dia seguinte, depois de uma noite bem dormida na charmosa pousada dos Bucco, fomos para Canela conhecer o alambique da Cachaça Flor do Vale, mas essa história conto com detalhes nesse outro texto.

Mapa da Cachaça e amigos no alambique da Cachaça Casa Bucco

Anúncios

PUBLICADO POR:

youtube google-plus facebook twitter instagram user filter list