O hobby de armazenar cachaça em barril - Mapa da Cachaça
Verallia

O hobby de armazenar cachaça em barril

04 de 05 de 2019

É cada vez mais comum pessoas que compram barril de cachaça de pequeno porte para envelhecer cachaça em casa. Abaixo, mostramos todos os passos necessários para você não errar na hora de envelhecer sua própria “bendita”.

O que procurar num barril?

Maior espessura: a robustez e a espessura aumentam o contato do líquido com a madeira e tornam o barril mais resistente, evitando vazamento e amenizando choques físicos. Desconfie de barris com pouca espessura, porque eles podem ter vida útil curta. Além disso, a espessura indica quantas reformas o barril poderá receber – quanto mais grosso, mais anos de uso.

dorna-de-cachaca-taca-mapadacachaca

Certificação: todas as madeiras para produção de barris devem ter origem certificada e documentação dos órgãos competentes. Desconfie de quem oferece barris de madeiras protegidas, como amendoim e castanheira.

Artesão: procure barris com bom acabamento e produzidos em uma tanoaria especializada e reconhecida pelo mercado. A profissão de tanoeiro no Brasil é artesanal e deve ser valorizada.

Ingredientes naturais: no processo de produção do barril, a madeira não pode passar por nenhum tipo de tratamento químico. Alguns fabricantes usam cera de abelha, substância natural sem contaminantes, para impermeabilizar a madeira e reduzir as taxas de evaporação. Não compre barris com verniz ou cola.

Cachaça de qualidade: de nada adianta comprar um bom barril e usar uma cachaça de má qualidade. Coloque para envelhecer no seu barril uma cachaça que não passou por madeira, de um produtor formalizado e de confiança. Considere também armazenar cachaça com no mínimo 42% de teor alcoólico – o álcool ajudará na extração dos compostos fenólicos, e tenha em mente que, durante o envelhecimento, a bebida poderá perder graduação alcoólica.

Como usar o barril de cachaça?

1) Com um funil, encha o barril de cachaça completamente com água quente. Instale a torneirinha e deixe o barril em observação por 24 horas.

2)  Se a água não estiver vazando do barril, esvazie-o. Caso contrário, se observar vazamentos, deixe o barril submerso num tanque ou banheira por algumas horas. (Esse procedimento é importante para barris novos e tem o propósito de inchar a madeira e evitar eventuais vazamentos.) Observe se os vazamentos pararam.

barril-de-cachaca-garrafa-mapadacachaca

3)  Em seguida, com um funil, coloque a cachaça. É importante deixar uma pequena camada de ar na parte superior para favorecer o fluxo de oxigênio para o interior do barril.

4)  Feche a torneira e mantenha o barril tampado para evitar que poeira ou outros resíduos contaminem a cachaça.

5)  Deixe a cachaça maturando pelo tempo que julgar necessário. Mantenha o barril em local arejado e longe da luz do sol.

6)  Barris de um litro acabam influenciando a cachaça de 8 a 10 vezes mais rapidamente do que recipientes de 200 litros. Dessa forma, é possível acompanhar sua cachaça mudar de cor, aroma e sabor já nas primeiras semanas. Lembre-se de que cada madeira tem diferentes potenciais de envelhecimento.

7)  Quando quiser provar sua cachaça, abra a torneira e despeje uma pequena quantidade em uma taça transparente.

8)  Quando achar que sua cachaça está no ponto ideal, utilize uma garrafa de vidro para engarrafá-la. Nesse processo, use um filtro de café ou uma peneira fina para remover qualquer resíduo de madeira.

9)  O tempo de armazenamento fica a seu critério. Quanto mais tempo ficar no barril, mais a cachaça apresentará características da madeira. A cachaça pode maturar por dias, semanas ou meses. Também é interessante misturar cachaças armazenadas em diferentes madeiras, criando seu próprio blend. Quando definir como quer sua cachaça, engarrafe e rotule.

Dê um nome para sua criação. Você tem agora uma bebida única que pode ser consumida em ocasiões especiais.

10) Não deixe seu barril de cachaça vazio. Logo após esvaziá-lo, encha-o novamente com cachaça. Caso não tenha outra cachaça de imediato, coloque água no barril. É importante que o barril não fique seco, o que poderá resultar em vazamentos ou até mesmo em danos irreversíveis que o inutilizarão.

Com o tempo de uso, o barril se torna exaurido e perde seu potencial de agregar cor, aroma e sabor ao destilado. A vida útil de um barril de 3 litros é de seis anos de uso intenso – após esse período, é possível restaurá-lo.

cota-dos-anjos-mapadacachaca

Cota dos Anjos: O barril esvaziou? Será que tem alguém bebendo às escondidas? Não se esqueça da Cota dos Anjos – porcentagem de cachaça que acaba evaporando. Em barris condicionados em ambientes secos, há a tendência de evaporação da água, aumentando o teor alcoólico do destilado. Em ambientes úmidos, a evaporação do álcool ocasiona a diminuição do teor alcoólico.

Quando for preciso limpar o barril, é recomendado usar álcool 70% (e não absoluto, com 99,6%). O álcool 70% tem mais água e por isso maior efeito bactericida. A água facilita a entrada do álcool para dentro da bactéria e também diminui o tempo de volatilização do destilado, permitindo maior tempo de contato com o microrganismo.

Anúncios

PUBLICADO POR:

Comentários

  1. […] As madeiras infusionadas em cachaça por curiosos, entusiastas, especialistas, cozinheiros, bartenders para experimentos em casa ou no local de trabalho poderá ajudar na difusão de conhecimento sobre a bebida e nossas madeiras – gerando diálogos e questionamentos que só tendem a favorecer o mercado. A cerveja artesanal teve uma evolução nítida com o movimento dos homebrewers – aqueles apaixonados por cerveja que começaram a produzir em casa por hobby – efeito semelhante pode ser alcançado com mais pessoas fazendo seus blends de cachaça em casa. […]

Seleção de Cachaças

youtube google-plus facebook twitter instagram user filter list