Companheira Single Barrel chega a segunda edição: “Não existe nada mais diferente do que dois barris iguais” - Mapa da Cachaça
Ethylica

Companheira Single Barrel chega a segunda edição: “Não existe nada mais diferente do que dois barris iguais”

19 de 10 de 2020

A cachaça Companheira Single Barrel é mais uma criação de Natanael Bonicontro e sua filha Raquel. A exclusiva cachaça paranaense ganha ainda uma temática especial: celebrar o Dia da Cachaça

A cachaça é a mais brasileira das bebidas, isso todo mundo sabe, mas em Jandaia do Sul, no Vale do Ivaí, a 45 quilômetros de Maringá, no Paraná, um engenheiro químico aposentado levou a sério a missão de elevar a bebida a outros mundos, ao transformar o espírito num prazer para se degustar demoradamente, gota a gota.

Garrafa da Cachaça Companheira Single Barrel

É o que recomenda Natanael Carli Bonicontro produtor da “cachaça das galáxias”, como define a nova Companheira Single Barrel, envelhecida em carvalho único por 17 anos. Uma cachaça feita para os mais exigentes paladares e, principalmente, para quem aprecia os efeitos de uma boa seleção do tempo.

Mas a edição comemorativa é um luxo para poucos. Apenas 457 unidades de 350ml foram engarrafadas e um mês após o lançamento mais da metade já estava vendida. Repetindo o sucesso da primeira edição, feita para a festa do jubileu de prata da marca.

Uma homenagem ao Dia da Cachaça

A escolha do melhor barril da adega foi um trabalho em família. Quem faz as análises sensoriais é a filha Raquel de Brito Bonicontro em conjunto com o pai. Quando começou a trabalhar na empresa, em janeiro de 2012, a jovem ficou encantada com os aromas e sabores e passou a catalogar o estoque, na época de 400 barris. “Percebi que tínhamos barris que se destacavam dos demais e estes foram separados em um grupo especial”.

Família Companheira - Da esquerda para a direita Derivaldo, Sueli, Eveline, Sara, Natanael, Raquel, Carmen e Thiago.

Em 2019, nos 25 anos da Companheira, a família decidiu que a data merecia um produto especial e lançou a primeira Single Barrel. Por coincidência, o envase aconteceu em 13 de setembro, o Dia Nacional da Cachaça. Natanael afirma que isso não foi planejado, mas virou uma homenagem, assim começava uma nova tradição. Agora, todo ano, nesta mesma data o melhor barril da adega é posto à disposição do mercado.

Envelhecimento com reposição

A cachaça Companheira usa um sistema próprio de gerenciamento de barris para garantir a maturação da bebida e corrigir as perdas naturais que acontecem no trabalho da madeira com a atmosfera. Para controlar a chamada “cota dos anjos”, que chega a levar até 5% do volume em estoque por ano, o produtor completa o barril com cachaça de perfil sensorial semelhante. “É um modelo similar com o soleira, em que o barril de cima vai completando o debaixo, mas o nosso passeio acontece entre lotes parecidos, não colocamos cachaça branca”, explica Natanael.

Barris para envelhecer cachaça Companheira

Isso significa que em dezessete anos, o barril é completado dezessete vezes. Essa mistura em pequenas doses cria uma bebida singular, encorpada e equilibrada que, acostumada ao descanso aveludado da madeira, adere a taça e chora lentamente suas lágrimas no copo.

“Uma explosão de aromas, tão variados que poderíamos ficar horas sentindo o perfume de frutas secas, coco, amêndoa, mel, caramelo, chocolate, especiarias e baunilha”, descreve Raquel.

A finalização da bebida acontece em carvalho de primeiro uso, com um descanso de 5 a 6 meses. Quando comparada com a primeira edição da Single Barrel, Natanael dispara: “Não existe nada mais diferente do que dois barris iguais”.

Quebrando preconceitos

A paciência parece ser, mesmo, uma marca da Companheira. Natanael levou 16 anos entre descobrir o prazer de tomar uma boa cachaça e conseguir montar a própria destilaria. A paixão veio na época da faculdade, durante um experimento das aulas de bioquímica. “Até aquele dia, eu achava que cachaça era a pior coisa do mundo”. Era 1978 e a bebida produzida no laboratório abriu as perspectivas do jovem engenheiro que buscava empreender. “Aquela cachaça me agradou, ali surgia meu sonho”.

Criada em 1994, a Companheira é de um tempo em que barris de carvalho eram difíceis de se conseguir, cachaça ainda era associada à produção de baixa qualidade e o consumo era quase exclusivo dos homens. Nas últimas décadas, a marca participou ativamente do processo de ressignificação do destilado brasileiro, ampliando a oferta de produtos virtuosos, valorizando a terra e quebrando preconceitos. O produtor é ainda inventor de um destilador em coluna de cobre. Leia aqui

O reconhecimento veio na forma de prêmios. A Companheira está entre as melhores cachaças do Brasil, com mais de 20 títulos em concursos prestigiados como o Mundial de Bruxelas, Expocachaça e o Ranking da Cúpula da Cachaça. O investimento em modernização e qualificação também se traduziu em crescimento de 50% da empresa neste ano, no meio da maior pandemia.

O carro chefe é a Cachaça Companheira Extra Premium envelhecida em carvalho por 8 anos e a Cachaça Companheira Gatinha, um blend de madeiras a preço competitivo. Para quem busca sofisticação, a Companheira Doze Anos é assinada pelos melhores especialistas da área. No portfólio, tem também a tradicional cachaça Prata, além de maturadas por 4 anos em Castanheira, Carvalho e Amburana. O próximo investimento da marca será em mais madeiras brasileiras.

Onde encontrar a Companheira Single Barrel:

Ethylica.com.br e no site do produtor Cachaça Companheira

PUBLICADO POR:

Comentários

Seleção de Cachaças

youtube google-plus facebook twitter instagram user filter list
%d blogueiros gostam disto: