degustação de cachaça

Como degustar cachaça? Mostramos um guia com um passo a passo explicando todas as etapas de uma degustação

Análise Visual

A primeira etapa do processo de degustação de cachaças é a análise visual. Para a melhor avaliação, sugerimos que a bebida seja colocada numa taça transparente (80 – 120 ml), de preferência um cálice com haste, para que seus dedos ou suas digitais não atrapalhem, limpo e livre de odores, inclusive daqueles característicos “de armário”, e de espessura relativamente fina;

Para avaliar as características visuais do líquido, examinam-se cor, limpidez, lágrimas e viscosidade e rosário.

Cores

Para observar a cor, cada cachaça deve ser servida em taça transparente apropriada e em local bem iluminado. Para a melhor avaliação, é sugerido o uso de um papel branco, que, posicionado atrás do recipiente, permite visualizar a tonalidade do líquido sem a interferência de objetos que possam estar no ambiente.

A cachaça não envelhecida em madeira é incolor, enquanto as que passam por madeira apresentam uma diversidade de cores. As principais cores são definidas como: mogno, âmbar, caramelo, dourado, palha, amarelo-pálido. Outras nuances de cor, intermediárias dessas propostas, também podem ser observadas.

Barris de jequitibá-branco, freijó e amendoim transferem pouca coloração para a cachaça. No caso das cachaças armazenadas em barris exauridos e de grande volume de jequitibá-rosa, carvalho ou amburana, algumas delas podem ser incolores.

Dimensão, idade do barril e tempo de envelhecimento podem influenciar a cor: quanto menor e mais novo, mais intensa é a cor. Barris maiores precisam de um tempo de envelhecimento mais longo para contribuir efetivamente com a coloração da bebida.

Limpidez, transparência, brilho

Devem-se observar limpidez, brilho, turbidez e a eventual presença de materiais em suspensão. Uma cachaça de qualidade precisa ser transparente, cristalina e não conter partículas sólidas.

Lágrimas e viscosidade

Ao girar a taça, devemos observar a formação de lágrimas escorrendo pelas paredes do recipiente. Lágrimas mais lentas sugerem destilação ou envelhecimento feitos de forma adequada. Lágrimas muito rápidas podem significar diluição excessiva com água ou presença de partes indesejáveis da destilação. Espera-se também maior viscosidade em cachaças envelhecidas.

Alguns produtores utilizam glicerol para aumentar a viscosidade da cachaça de maneira artificial. Essa substância fornece característica adocicada e pode ser identificada em análises químicas laboratoriais. O envelhecimento em madeiras é uma fonte natural e desejável de glicerol.

Rosário

Esse é o nome dado às bolhas que se formam na superfície da taça logo após a cachaça ser servida – a formação lembra o rosário católico para oração ou um colar de pérolas. A persistência e o tamanho das bolhas estão associados ao teor alcoólico do destilado. Na avaliação visual, espere rosário mais intenso e persistente em cachaças com maior teor alcoólico.

Análise Olfativa

Para esta etapa da degustação, padronize uma distância entre o copo e seu nariz, de modo que um fique próximo ao outro, em geral de três a quatro centímetros são suficientes. É interessante que haja poucas interferências odoríferas do ambiente, mãos ou perfumes corporais.

Análise Gustativa

Agora vamos à parte do sabor da cachaça. Lembre sempre de tomar água para “limpar” os sabores entre a degustação de diferentes cachaças e se manter hidratado. Para avaliar as características relativas ao sabor, coloque uma pequena quantidade de bebida na boca e a faça percorrer todos os seus cantos.

Análise retro-olfativa

Esta análise é extremamente importante, já que utiliza os aparelhos sensoriais boca, garganta e nariz, e permite realçar ou descobrir novos sabores da cachaça. Para verificar este critério, inspire preenchendo parcialmente os pulmões com ar, ponha a cachaça na boca e a sinta, engula e, só então, expire lentamente. Analise o conjunto que fica em sua boca: a doçura, a acidez, a picância, o sabor alcoólico, o sabor da madeira, a persistência. Uma boa cachaça mantém as boas características (que você já avaliou no item anterior – Análise Gustativa) por dois segundos ou mais. Quanto mais prolongado, melhor.

Avaliação Final

Para a avaliação final, deve-se considerar o conjunto da obra. Neste momento, lembre que uma boa cachaça depende do canavial e dos tratos que o mesmo recebeu, se a colheita foi feita no momento certo, do tempo que a cana levou entre o corte e a moagem, da qualidade da água para a preparação do mosto, da higiene e qualidade da fermentação e da destilação criteriosa, e ainda, do uso adequado e equilibrado de madeira sem os subterfúgios para mascarar os defeitos originais da cachaça. Como não é possível saber de todos os detalhes da produção temos que confiar nos nossos sentidos, ou seja, temos que avaliar se a aparência, o odor e o sabor da cachaça se encaixam e o quanto isso nos agrada.

Mapa da Cachaça

Mapa da Cachaça

O Mapa da Cachaça é uma premiada plataforma multimídia com o objetivo de compartilhar informações sobre a cultura, história, aromas e sabores do destilado brasileiro.

Compartilhe esse artigo

Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Dadinhos de madeira

Dadinhos de Madeira 1kg – Sem Tosta

Um quilo de dadinhos de madeiras sem tosta para envelhecimento acelerado. As opções de madeiras são: Amburana, Bálsamo, Carvalho, Castanheira, Cumaru, Eucalipto, Ipê, Jaqueira, Jequitibá, Putumujú

Comprar

O que recomendamos

Mais do Mapa da Cachaça

  • Cachaça é Presente
    junho 4, 2013 at 12:18 pm

    Muito bom !!!
    Vamos compartilhar !!!

    • Mapa da Cachaça
      junho 4, 2013 at 12:50 pm

      Compartilha, amigo, que essa é uma informação que todos deveriam saber. Beber com moderação e inteligência.

  • Afonso Vanderlei Escobal
    junho 4, 2013 at 6:06 pm

    Meu comentário seria mais uma pergunta.
    Como outros destilados costumamos apreciar com 2 ou 3 pedrinhas de gelo e a cachaça por ser também um destilado, costumo colocar 3 pedrinhas de gelo, e uso copo de whisky.
    Isso esta correto? Posso fazer isso?
    Grato Afonso.

    • Mapa da Cachaça
      junho 9, 2013 at 11:43 am

      Oi Afonso. Claro que sim. Dai vai mais como uma opção pessoal. É possível tomar cachaças resfriadas ou até mesmo com pedras de gelo. Cachaças bastante amadeiradas ficam gostosas com umas pedrinhas. Recentemente, tomamos aqui uma cachaça envelhecida em sassafrás com pedras de gelo de água de coco – ficou sensacional. Não tem opção errada e o legal é justamente experimentar. grande abraço

  • Nívio
    junho 6, 2013 at 10:23 am

    Gostei muito dessa matéria, degustação da cachaça. Muito show, aprendi alguma coisa que não sabia. Forte abraço!

  • Gilson Mendonça dos Santos
    março 28, 2015 at 12:35 pm

    Prezados Senhores, exatamente no ano de 2004,conheci algumas pessoas da cidade Lavras,pessoas ligadas a Cachaça Bocaina; Consegui me aprofundar no assunto viajei várias vezes a Salinas e até Lavras e Taobeiras, me apaixonei pelo que vi foi quando,começei a revender os produtos para SC, em virtude de ter contraido uma infermidade,paralisei por algum tempo somente agora retornando as atividades aos poucos.O que eu infatizo é que adoro mexer com cachaças artesanais,inclusive aproveito este gancho para me contactar com produtores de sua região para uma possível Parceria para Santa Catarina. Obrigado pelo espaço, sou apaixonado por esta arte. Atenciosamente
    Gilson Mendonça dos Santos

  • rodrigo
    abril 27, 2016 at 4:42 pm

    B.Tarde!
    Sou iniciante nessa matéria de CACHAÇA, sempre tive interesse e hoje chegou o momento, to passando so para avilar o conteúdo acima e como iniciante achei muito bom,
    Hj comprei um cachaça do interior de Sao Paulo, cidade de Castilho, la degustei algumas e segui o processo acima, maravilha
    Obrigado pela dica
    Se houve mais dicas aceito de coracao

  • Edson Julio ferera
    dezembro 2, 2016 at 10:35 am

    Qual o tipo de cachaça deve ser usada para envelhecimento , e o tempo de envelhecimento
    Grato
    Edson julio

  • Maria Destri
    janeiro 4, 2017 at 7:32 am

    Sou fã de cachaça..
    Obrigada pelas dicas …

  • Diego Albert
    janeiro 31, 2018 at 11:46 pm

    Parabéns por valorizar nossa cultura e essa bebida tão importante no Brasil, sou apreciador e gostei muito dos esclarecimentos, espero que mais jovens se interessem por essa arte.

  • […] que definem uma cachaça boa? A melhor maneira de saber se uma cachaça é boa ou não é degustando: avaliando cor, aroma e sabor da cachaça numa taça de vidro e num ambiente […]

Adicionar um comentário

Curso

Aprenda o Essencial da Cachaça

R$190

Já se inscreveu no Mapa da cachaça?

40 mil já fazem parte da nossa comunidade.

Se inscreva agora e receba no seu e-mail o melhor do Mapa da Cachaça