Cachaçarias, Bares e Restaurantes: pontos fortes - Mapa da Cachaça
Verallia

Cachaçarias, Bares e Restaurantes: pontos fortes

13 de 07 de 2011

Além de muitos consumidores de outras bebidas alcoólicas não conhecerem suas qualidades, os donos de bares, cachaçarias e restaurantes Brasil afora ainda não parecem ter descoberto o quão proveitoso pode ser ter boas Cachaças em seu cardápio e como ingrediente para deliciosos drinks e pratos. Aí vão alguns motivos para começar a colocar mais Cachaça no menu:

CACHAÇA: PARA TODO BOL$O E TODO GOSTO

Ao contrário de outras bebidas, a Cachaça tem um “range”, uma variedade de produtos e marcas diferentes que pode ser muito interessantes para administra bares ou restaurantes. Montar seu cardápio de caipirinhas com opções de qualidade pode sair mais lucrativo para você e mais saboroso para seu cliente do que a Vodka. Opções Premium tem uma variedade de sabores e qualidades também maiores que a da aguardente russa. Enquanto no caso da Vodka o diferencial da bebida de qualidade é mais uma questão de “marca”, “status” e pureza, no caso da Cachaça existe uma série de outros diferenciais que podem ser explorados: o tipo de madeira, o tempo de envelhecimento, a região. Tudo isso resulta em novas possibilidades para servir a capirinha, ou mesmo a bebida pura (com gelo ou sem).

CARTA DE CACHAÇA

Bares e Restaurantes podem se diferenciar oferecendo uma selecionada lista da bebida brasileira. Não precisa ter muitas marcas, como já discutimos aqui, mas vale a pena escolher a dedo algumas que podem fazer bonito com os clientes da sua casa – e te diferenciar, já que pouquíssima gente sabe servir Cachaça de qualidade.

Bares, Restaurantes e Cachaçarias

PARA SAIR DA CERVEJA

Além da variedade no envelhecimento e na qualidade sensorial das bebidas, a Cachaça também é apresentada na forma de diversos aperitivos que podem ser bases para drinks diferentes, ou mesmo até servidas puras como alternativas para a cerveja. Públicos como as mulheres ou os universitários adoram coisas como Cachaça com mel e limão, Cachaça com cravo e canela, Cachaça com outras especiarias – e por aí vai.

É UM TOQUE ESPECIAL NA GASTRONOMIA

Ragu com Cachaça e Polenta - Receitas com Cachaça - bares, cachaçarias, restaurantes

Você sabia que uma das explicações para o nome Cachaça vem de seu uso para amaciar a carne do porco, que antigamente era chamado de cachazo? Pois é, Cachaça e Gastronomia tem tudo a ver, e seu papel como ingrediente é conhecido já por muita gente: essencial para dar a crocância na massa do pastel, cheia de personalidade para flambar linguiças ou poderosa nas compotas de pimenta. Isso só para lembrar alguns usos. Muitos bares e restaurantes podem se inspirar nela e criar pratos novos: veja aqui no MdC por exemplo o que a chef Bia Goll, do Otto Bistrot, preparou utilizando a Cachaça de um jeito super apetitoso.

Bem, esses são só alguns dos pontos que fazem da Cachaça uma bebida muito interessante para estar mais presente em bares e restaurantes de boa qualidade. #ficaadica!

fotos de Gabriela Barreto.

Anúncios

PUBLICADO POR:

TAGS: cachaçaria.

Comentários

  1. kENNY

    julho 18, 2011

    Olá Renato, vou deixar aqui uma outra teoria de qual seria a Origem dessa tão saborasa bebida.. Como cuidador das ATODS e gostador de cachaça…
    Seguem palavras de Darcy Ribeiro Segundo este autor qdo os portugueses chegaram ao Brasil, descobriram alguns costumes indigenas dentre eles uma bebida forte fermentada da mandioca, denominada cauim. Utilizada em rituais, festas etc… Logo os portugueses gostaram do líquido e descobriram que o melaço que colocavam no conho para animais onde os escravos chamavam de “CAGAÇA”, era de muito bom gosto que depois virou cachaça …. Retirado dos textos do Curso SENAD SUPERA. 2009.

    DESTE MESMO AUTOR TEM UM LAMENTO MUITO interessante…

    Da amargura da escravidão, a cachaça para alterar a conciencia, para calar as dores do corpo e da alma, para açoitar espíritos nas festas, para atiçar a coragem em covardes e para aplacar traições e ilusões.
    PARA TUDO NA ALEGRIA E NA TRISTEZA.

  2. renato

    julho 19, 2011

    Olá, Kenny!
    Obrigado pela contribuição!
    Há mesmo diversas versões para origem do nome Cachaça! Tão rico qto as variedades da bebida, não é?
    Um abraço!

  3. kENNY

    julho 27, 2011

    Outra contribuição Renato

    A primeira plantação de cana no Brasil foi feita em 1504, pelo fidalgo judei de Portugal Fernão de Noronha, que recebeu a ilha, que hoje leva o seu nome, para a exploração do pau brasil. Há referências de que o primeiro engenho de açucar foi construido em 1516, na Feitoria de Itamaracá, criada pelo Rei D. Manuel no litoral pernambucano e confiada ao técnico de administração colonial Pero Capico. A prova documental dessa tese está nos registros de pagamento de tributo alfandegário sobre uma carga de açucar, vinda de Pernambuco, datados de 1526, encontrados em Lisboa.

    Pesquisas arqueológicas, conduzidas pela Universidade Federal da Bahia, encontraram ruínas de um engenho de açucar, datado de 1520, nas redondezas de Porto Seguro.

  4. renato

    julho 27, 2011

    Olá mais uma vez, Kenny!
    Pois é, a Cachaça é tão antiga quanto o Brasil, muito obrigado pela contribuição histórica para o post. Não demorou para eles perceberem, nesses engenhos, que a cana de açúcar poderia resultar num produto tão interessante como a Cachaça. Sua história, inclusive, vem da ‘cagaça’, que você mencionou acima, e há registros da existência dessa produção desde 1584!
    Forte abraço,
    Renato.

Seleção de Cachaças

youtube google-plus facebook twitter instagram user filter list