Para comemorar o dia nacional da cachaça, 13 de setembro, o uol preparou um infográfico bem bonito sobre o tema. Saiba mais sobre a cachaça, que tem produção anual de cerca de 1,2 bilhão de litros.

Infográfico sobre Cachaça UOL

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba em primeira mão nossas novidades, eventos e promoções

Mapa da Cachaça

Mapa da Cachaça

O Mapa da Cachaça é uma premiada plataforma multimídia com o objetivo de compartilhar informações sobre a cultura, história, aromas e sabores do destilado brasileiro.

Quer receber no seu e-mail 5 aulas gratuitas sobre cachaça? Assine nossa newsletter exclusiva e durante 5 dias te enviaremos o melhor conteúdo sobre o destilado brasileiro!

Compartilhe esse artigo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
barril de balsamo

Barril de bálsamo para envelhecer cachaça

Compre barril de bálsamo para envelhecer bebidas e agregar novas cores, aromas e sabores ao seu destilado (cachaça, rum, uísque), cerveja ou coquetel.

Comprar
Dorna de Bálsamo

Dorna de bálsamo para envelhecer cachaça

Quer envelhecer sua própria cachaça, cerveja ou coquetel? Temos a dorna de bálsamo que você precisa para começar seus experimentos.

Comprar
dorna de amburana

Dorna de amburana para envelhecer cachaça

Já pensou em ter sua própria dorna para envelhecer cachaça? Nós fizemos uma seleção dos melhores barris e dornas de amburana para você começar seus experimentos em casa com bebidas  fermentadas e destiladas.

Comprar
  • Leandro Espinoza
    setembro 25, 2012 at 1:16 pm

    Excelente trabalho gráfico. Ficou muito bonito, porém, os dados apresentados são lastimáveis.
    O nº estimado de marcas é de 4 mil e não de 40 mil.
    A respeito destes dados, gostaria de compartilhar com vocês as seguintes mensagens trocadas por mim e integrantes do grupo Cachaça Business do Linkedin a cerca de 1 mês:

    Tema do debate:

    Onde podemos encontrar estatisticas atualizadas do mercado de cachaça no Brasil e no mundo?

    Resposta ao email encaminhado por integrante do grupo à Câmara Setorial fazendo este questionamento:

    De: Camara Setorial da Cachaça
    Data: 8 de agosto de 2012 14:39
    Assunto: RES: Informações
    Para: ………..@gmail.com
    Cc: ………….@gmail.com

    Caro ………,

    Sugerimos procurar o Instituto Brasileiro da Cachaça – IBRAC, pois não
    dispomos dessas informações = ‘ibrac@ibrac.net’

    Cordialmente,

    Francisco de Assis Mesquita Facundo
    Secretário da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Cachaça
    Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
    Secretaria Executiva
    Coordenação-Geral de Apoio as Câmaras Setoriais e Temáticas
    Fone: 55 (61) 3218-2561
    Fax: 55 (61) 3225-4200

    comentário:
    Leandro Espinoza • Não se assuste …., é assim que o governo diz apoiar o setor.
    Os dados do IBRAC estão ultrapassados, mas é o que existe de mais atual, infelizmente. Segue o link:
    mercado interno: http://www.ibrac.net/index.php?option=com_content&view=article&id=46&Itemid=47
    mercado externo: http://www.ibrac.net/index.php?option=com_content&view=article&id=47&Itemid=44

    Comentário: • As minhas dúvidas aumentam.
    Será que o MAPA informa o IBRAC e Camara Setorial sobre novos alambiques?
    De onde vem a fonte e a data das informações que são publicadas?
    Segue informações que encontrei no site do IBRAC, mas elas não tem referência da fonte e nem data a que se refere. http://www.ibraccachacas.org/index.php?option=com_content&view=article&id=46&Itemid=47
    ….Outra Dúvida> Atualmente há mais produtores (40 mil) do que marca (4 mil)? Mas os produtores na maioria das vezes possuem mais de um produto registrado no MAPA.

    Leandro Espinoza • Sobre os dados divulgados pelo IBRAC:
    A informação da produção de 1,2 bilhões de litros é do MAPA, leventada com base na produção industrial e levantamento de safra (CONAB). É praticamente a mesma desde 2005.
    Dados sobre quantidade de produtores e marcas são do SEBRAE, estão bastante ultrapassados, pois o SEBRAE fez o levantamento em 2005.
    Quanto à diferença entre o número de marcas e número de produtores, isto ocorre porque estima-se, pelo próprio levantamento feito pelo SEBRAE em 2005, que 85% dos produtores atuem na clandestinidade.
    Isto demonstra a falta de informações confiáveis sobre a produção e comercialização da cachaça, e dada a resposta enviada por Francisco de Assis Mesquita Facundo, Secretário da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Cachaça, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, ao nosso amigo ……., essa situação não vai ser resolvida tão cedo e, o mais grave, não consiste em uma preocupação do governo.

Adicionar um comentário
%d blogueiros gostam disto: