Receitas

Caipirinha Brasilidade, por Karin Kaudy

Print Friendly, PDF & Email

Base de caipirinha, com um toque de cultura e personalidade. Essa é a proposta da Karin Kaudy para sua caipirinha para o Arte da Cachaça. Topa fazer em casa?

Karin Kaudy, head bartender do Paradis Club, em Curitiba (PR), foi a penúltima a apresentar sua criação no campeonato da Leblon, e iniciou sua apresentação com muita bagagem: de Oswald de Andrade e a antropofagia brasileira, ao falernum, xarope de amêndoas típico da região do Caribe, que Karin adaptou com Leblon e semente de amburana, tudo isso foi inspiração para a bartender em sua Caipirinha Brasilidade.

D3S_4788_pq

Karin apresentando seu drinque especial antropofágico

Com uma base de caipirinha clássica, Karin adicionou seu próprio falernum a base de Leblon e semente de amburana, dando um toque picante e ao mesmo tempo muito brasileiro à mistura. A finalização ficou por conta da cana em pedaço, fazendo o papel de mexedor para este coquetel montado e cheio de personalidade.

 

(Fotos: Carlos Roberto/Leblon)

Autor(a)
Ingredientes
  1. 60 ml de Cachaça Leblon
  2. 1 limão tahiti
  3. 10 ml de xarope demerara
  4. 1 dash de Leblon Falernum
Instruções de preparo

drinque_kassy

Incluir todos os ingredientes em um copo largo, exceto o falernum, macerar, mexer e colocar gelo até que se quase preencha o recipiente. Completar com um dash do falernum e decorar com um pedaço de cana-de-açúcar.

Dicas Falernum é um xarope de amêndoas típico da região do Caribe, que Karin adaptou nesta receita, misturando cachaça e semente de amburana.
Um dash é uma pequena quantia, colocada a gosto, de alguma bebida mais forte ou aromática, como é o caso do falernum.
Substitua o falernum por algumas gotas de bitter ou de outro licor aromático que você possua à mão.

Uma caipirinha aromática e muito saborosa. Se reproduzir em casa, mande-nos o resultado!

[adsanity_group group_ids=5172 num_ads="2" num_columns="2"]
Mapa da Cachaça

Mapa da Cachaça

Somos uma referência cultural, histórica e sensorial sobre cachaça. Gosta de cachaça boa? Então siga o Mapa da Cachaça.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *