Artigos

Cachaça e Gastronomia 2014

Print Friendly, PDF & Email

Mapa da Cachaça e Ministério da Cultura lançam o Cachaça e Gastronomia 2014: resenhas, receitas, artigos e a inédita roda de aromas da cachaça.

Nós do Mapa da Cachaça (mapadacachaca.com.br) adoramos comer e beber bem! Afinal, tem coisa melhor do que uma boa cachaça de alambique acompanhando uma feijoada? Ou uma caipirinha feita na hora? Ou que tal uma cartola flambada na pinguinha? Nesta realização em conjunto com o Ministério da Cultura e em parceria com o Destemperados, selecionamos 100 estabelecimentos em 12 capitais para se tomar uma boa bendita e vivenciar o que há de melhor na cozinha brasileira.

Faça aqui o download do Cachaça e Gastronomia 2014

Cachaça e Gastronomia 2014

46.58 MB 4830 downloads

Além das resenhas de bares e restaurantes, o Cachaça e Gastronomia conta também com textos de especialistas em cachaça e receitas feitas por grande chefs e mixologistas, como Rodrigo Oliveira, Thiago Castanho, Bia Goll, Bárbara Verzola, Pablo Pavón, Junior WM e Laercio Zulu.

Para avançar na classificação da cachaça como uma bebida sensorialmente complexa, em parceria com a doutoranda Aline Bortoletto da ESALQ-USP e com revisão do Dr. André Alcarde e do biólogo Eduardo Martins, trazemos na publicação a primeira roda de aromas da cachaça. Você sabia, por exemplo, que cachaça pode ter cheiro de baunilha ou gerânio? Pois é! Com essa pesquisa, identificamos mais de 70 aromas encontrados em diferentes tipos de cachaça.

Quer explicar para um estrangeiro o que é baião de dois ou escondidinho? No livro, apresentamos uma ferramenta muito útil para nossos amigos vindos do exterior e que tem curiosidade em conhecer mais sobre a nossa cozinha. A Elisa Duarte Teixeira preparou um glossário explicando em inglês diversos pratos e bebidas encontradas em cardápios espalhados pelo Brasil.

Faça o download do Cachaça e Gastronomia, divulgue para seus amigos e nos ajude a promover a cultura da cachaça de qualidade pro mundo todo. E pra quem quiser uma versão impressa do Cachaça e Gastronomia basta passar em algum dos nossos pontos de distribuição gratuita:

São Paulo:

Empório Sagarana Lapa
R. Marco Aurélio, 883 – Lapa

Casa do Mancha
R. Felipe de Alcaçova – Pinheiros

Rio de Janeiro:
Academia da Cachaça
Rua Conde Bernadotte, 26, Loja G, Leblon

Porto Alegre:
Boteco Natalício
Rua Coronel Genuíno, 217, Centro

Belo Horizonte:
Belo Comidaria
Rua Orange, 67, São Pedro

Fortaleza:
Cantinho do Frango
Rua Torres Câmara, 71, Aldeota

Recife:
Yellow Gastropub
Rua Conselheiro Nabuco, 190, Casa Amarela

Natal:
Meu Barraco Boteco Bistrô
Rua Justino Xavier de Souza, 2215, Lagoa Nova

Salvador:
Dona Mariquita
Rua do Meio, 178, Rio Vermelho

Curitiba:
Mukeka
Rua Machado de Assis, 417, Juvevê

Brasília:
Empório da Cachaça Norte
314 Norte, bloco D – loja 3

Empório da Cachaça Sul
405 Sul, bloco D – loja 26

Cuiabá:
Regionalíssimo
Avenida Beira Rio (anexo ao Museu do Rio), Porto

Manaus:
Banzeiro
Rua Libertador, 102, Nossa Senhora das Graças

[adsanity_group group_ids=5172 num_ads="2" num_columns="2"]
Mapa da Cachaça

Mapa da Cachaça

Somos uma referência cultural, histórica e sensorial sobre cachaça. Gosta de cachaça boa? Então siga o Mapa da Cachaça.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

7 comentários

  1. Muito interessante o cachaça e gastronomia. Apesar dos inúmeros preconceitos que ainda pairam sobre a “marvada”, aos poucos, bem aos poucos, ela vai ocupando seu lugar devido no mercado e na cultura brasileira ainda “preconceituosa” de viés eurocentrista.
    Gostaria de aproveitar a oportunidade não só para parabenizá-los pela qualidade e relevância do site, mas como também, para solicitar que vocês através do contato e reconhecimento já obtido com os órgãos federais estatais, sugiram à eles que (elaborem, pensem, ponham em prática) algum programa/incentivo que facilite aos pequenos produtores poderem ter acesso aos meios de produção e comercialização de suas pingas. É sabido que a complexidade dos trâmites burocráticos inviabilizam os pequenos produtores de concorrerem lealmente com os grandes produtores. Esta “burrocracia” que normalmente impede um desenvolvimento mais efetivo de nosso país, dá-se também na produção e comercialização de um produto genuinamente brasileiro. A qualidade da produção dos pequenos produtores é enorme, infelizmente, devido a clandestinidade de sua circulação, o “consumidor/apreciador” é o grande prejudicado.

  2. Pingback: O Mapa de Aromas da Cachaça | PapodeHomem

  3. Parabéns pelo Cachaça e Gastronomia 2014. Sou de Belo Horizonte e conheço o restaurante Via Cristina, do Bairro Santo Antônio, que possui 700 rótulos (marcas) de cachaça e uma comida excelente. Ficar de fora da publicação? Talvez os outros sejam tão bons quanto ele, mas não faz o menor sentido deixar de fazer referência ao Via Cristina!! Qual será a razão!! Desculpe, mas é uma enorme gafe do site e do Ministério da Cultura!

  4. Pingback: Dica Cultura #3: Depois da FLIP, é hora de bebemorar! | da literatura

  5. Pingback: Finanças Femininas: Aprenda a fazer uma costelinha com cachaça e mel! | Finanças Femininas

  6. Pingback: Aprenda a fazer uma costelinha com cachaça e mel! | WebTipBox